5 erros em campanhas do Google Adwords que detonam a sua estratégia

13 de junho de 2017
PUBLICADO EM blog
13 de junho de 2017 Marcelo Rama

Criar campanhas do Google Adwords é uma estratégia bastante utilizada pelas empresas. Os anúncios são capazes de alavancar o conhecimento da marca em curto prazo, com um investimento interessante. Entretanto, vários empreendedores cometem erros cruciais, que comprometem toda a campanha, levando à perda de dinheiro e tempo.

Deseja criar campanhas de sucesso no Google Adwords e não cometer erros? Então confira as 5 falhas que você não deve praticar de forma alguma. Boa leitura!

Os principais erros nas campanhas do Google Adwords

Selecionamos 5 deslizes comuns que empreendedores cometem nas campanhas, comprometendo seus resultados:

1. Não planejar a campanha

Um grande erro cometido pelas empresas é não planejar suas estratégias. Não saber os objetivos da campanha ou quanto será necessário investir pode fazer com que você interrompa o anúncio e jogue por terra todas as boas intenções. Além disso, criar uma campanha sem estruturá-la antes pode gerar até prejuízo — em vez dos lucros esperados.

As campanhas do Google Adwords permitem colocar seus anúncios em destaque, aumentando a visibilidade da marca rapidamente. Porém, esse benefício costuma encantar as empresas e fazer com que elas tomem decisões precipitadas.

Para evitar que isso ocorra, antes de criar as campanhas, elas precisam ser bem planejadas. Essa etapa é fundamental, já que você cria um roteiro e sabe se as ações estão ou não apresentando os efeitos esperados.

Assim, defina os seguintes pontos:

  • qual é o objetivo dessa campanha?
  • Quem é o público-alvo?
  • Qual será o foco do anúncio?
  • Quais serão as palavras-chave utilizadas?
  • Como a concorrência atua?

Essas e outras definições pertinentes ajudarão a estruturar a sua estratégia. Assim, você garante que as ações sejam direcionadas e os investimentos sejam otimizados, evitando surpresas desagradáveis.

2. Redirecionar os visitantes para uma página errada

Quando um consumidor faz uma pesquisa no Google, ele espera encontrar rapidamente as opções para aquilo que procura. Como resultado da busca, a página contém os anúncios patrocinados em destaque e os anúncios da busca orgânica.

O visitante então escolhe, por meio da posição e das palavras-chave contidas nos anúncios, uma ou mais páginas para entrar.

Um dos 5 principais erros está aí: várias empresas direcionam o potencial cliente para a sua home page e não para o produto específico que foi buscado. Isso porque se pensa que, ao direcionar o usuário para a página inicial, ele poderá ver todo o conteúdo do site, interessando-se por mais produtos. Mas não faça isso.

As pessoas que buscam soluções na internet prezam por agilidade. A compra online apresenta facilidades para encontrar produtos, compará-los entre diferentes marcas e sites, avaliar depoimentos de clientes etc.

Se você cria dificuldades para que seu visitante encontre o produto que precisa, ele não pensará duas vezes. Simplesmente fechará a janela e partirá para o próximo anúncio — que pode ser do seu maior concorrente!

Portanto, ao patrocinar um link de um produto específico, faça o direcionamento para a página de compra desse item. Se o visitante tiver interesse em olhar outras soluções dentro da sua loja virtual, ele fará isso, não se preocupe.

3. Usar somente palavras-chave de alta competitividade

As palavras-chave são fundamentais na estratégia de criar campanhas do Google Adwords. Porém, algumas empresas se concentram somente nos códigos de alta competitividade, os head tail. Elas são as palavras mais curtas e diretas, usadas na maioria das campanhas dentro de um mesmo nicho de mercado. Como exemplo, “marketing digital” pode ser considerado como head tail.

Essas expressões apresentam uma alta procura, no entanto, a competitividade é muito grande. Focar sua campanha somente nelas pode causar um gasto muito grande para conseguir colocar o anúncio nas primeiras posições.

A dica é variar. As palavras-chave chamadas de long tail são os termos mais específicos, longos. Eles têm um volume de procura menor, mas possuem menos competitividade e maior taxa de conversão, como exemplo, podemos citar “agência de marketing digital em São Paulo”.

Aliando a head tail e a long tail, você consegue otimizar o seu anúncio e torná-lo mais atrativo.

4. Não dar atenção aos horários

Muitas equipes de criação de campanhas de marketing não se atentam para os melhores horários para anunciar. Sim, esses períodos existem, inclusive os dias da semana que têm maior engajamento.

Sem dar essa atenção, você pode estar alocando sua verba em um período que o seu público-alvo não está presente.

Cada público-alvo tem seus hábitos e culturas. O período de maior acesso à internet de um nicho de mercado pode não ser o mesmo de outro.

Então, para descobrir os melhores horários de anúncios para o seu público-alvo, uma boa dica é testar! O primeiro passo é cadastrar na plataforma do Google Adwords algumas faixas de horários e dias da semana diferentes para poder comparar o resultado de cada intervalo. Por exemplo, você pode colocar o intervalo de segunda feira, entre 00:00 até 08:00 e, no mesmo dia, de 08:00 até 12:00.

É recomendado fazer esse acompanhamento por pelo menos 2 semanas, de forma que cada intervalo seja avaliado duas vezes. Assim, você será capaz de encontrar os horários com maior potencial e configurar os anúncios através de agendamentos, definindo os períodos que o investimento será alocado

5. Não atualizar os anúncios

Por último, mas com certeza não menos importante, colocamos o erro de não atualizar os anúncios. Novamente, muitas empresas cometem essa falha e comprometem seus resultados.

Imagine que você está à procura de um determinado produto, até que encontra um anúncio com a solução que precisa! Ao clicar no link, aparece uma mensagem dizendo que o item não está mais disponível.

É gerada uma enorme sensação de frustração e, além disso, o visitante pode, simplesmente, passar a ignorar um anúncio da marca sempre que o vir, acreditando que aquele artigo não está disponível.

Por isso, certifique-se de que todos os seus anúncios estejam atualizados quanto ao estoque, preço e qualquer outro ponto que mereça atenção.

Campanha direcionada para otimizar os resultados

Vimos em nosso artigo que alguns erros podem comprometer completamente as campanhas do Google Adwords. Essa ferramenta permite aumentar rapidamente a visibilidade da marca e atrair novos clientes. Porém, se a ação não for bem planejada, você pode acabar jogando tempo e dinheiro fora.

Não planejar a campanha, redirecionar o visitante para páginas erradas, focar somente em palavras de alta competitividade, não dar atenção aos horários e não atualizar os anúncios são exemplos de falhas que impactam no resultado.

Para otimizar suas ações e garantir que todas as oportunidades sejam aproveitadas, procure uma agência de marketing digital. Ela fará com que suas ações produzam efeitos ainda melhores, com resultados incríveis.

Gostou do nosso artigo sobre os erros nas campanhas do Google Adwords? Então siga nossas redes sociais para ficar sempre por dentro das novidades. Estamos no Facebook, LinkedIn e Instagram!