Brandformance

26 de abril de 2021
PUBLICADO EM blog
26 de abril de 2021 Marcelo Rama

Saber equilibrar branding e performance, o chamado brandformance, é essencial para o sucesso de um empreendimento. Espera, brand… o quê? O termo é relativamente novo e se tornou ainda mais relevante durante a pandemia do coronavírus, em que marcas com antenadas e com boas estratégias equilibraram os esforços para fortalecer a marca com a performance responsável pela conversão de clientes.

Um exemplo disso é o Ifood, que destinou R$186 milhões para um fundo de assistência aos restaurantes, que devido ao isolamento social necessário para controle da Covid-19 e obrigatoriedade de fechamento pelo Estado, naturalmente sairiam prejudicados. Assim, o auxílio do Ifood colaborou para a sobrevivência de negócios, especialmente os menores, ao mesmo tempo que incentivou a permanência delas no aplicativo, aumentando a performance.

Conseguiu entender como o brandformance funciona? Então continue conosco e saiba mais sobre os benefícios dessa junção!

O que é brandformance?

Em outras palavras, brandformance é a aliança entre o marketing para fortalecimento de uma marca e a medição da performance desempenhada por ela quando o assunto é aumentar as vendas e o investimento aplicado em campanhas de branding.

Dessa maneira, é possível ao mesmo tempo fortalecer e transmitir o propósito de uma marca e continuar convertendo em vendas e obtendo lucros. Afinal, só o fato de muitos chamarem a lã de aço utilizada para limpeza de utensílios domésticos por Bombril, ignorando a concorrência, mostra que fortalecer a identidade da marca e ajudar o público a lembrar dela pode resultar em boas vendas.

Como fazer o brandformance?

Para que o brandformance seja aplicado com sucesso, como no caso das duas marcas mencionadas acima, conhecer bem o seu público consumidor e não abrir mão da análise de dados , KPI’s etc. é fundamental. Abaixo você confere as principais etapas desse processo.

Awareness

A etapa de awareness deve ser capaz de fazer com que o público-alvo da sua marca tenha conhecimento sobre ela. Afinal, o que não é visto não é desejado, certo? Para isso, é preciso se destacar da concorrência e fazer com que sua marca seja conhecida muito antes dos produtos e serviços oferecidos. Isso fortalece a relação com o público, ajuda a elevar o alcance e as vendas.

Personalização

Pense como consumidor: você concorda que é muito chato quando marcas abordam no momento errado e com uma comunicação que não gera identificação ou empatia? É justamente por isso que a personalização é importante para que uma marca consiga conquistar o interesse e a confiança do consumidor, o que só é possível quando ela conta com dados e análises precisas para conhecer bem o cliente.

Consideração

Já conseguiu tornar sua marca conhecida e soube se comunicar da forma e no momento certo? Agora é a hora de mostrar que a sua fama e popularidade não surgiram à toa e que você tem muito a oferecer. Para isso, o material de marca para passar mensagem de propósito pode ser um atrativo. Nesse sentido, a análise de dados continua sendo indispensável para fazer isso com maior precisão e conquista do público certo.

Conversão

A sua marca conseguiu trabalhar adequadamente as etapas anteriores e agiu nas sensações e lembranças para conquistar o cliente? Chegou o momento de usar esse desempenho e performance positiva para fazer ofertas e vender seus produtos e serviços ao convencer seu consumidor de que é a melhor opção, diante do propósito construído para a marca.

Fidelização

Achou que quando a venda foi concluída com sucesso a sua missão com o público acabou? Achou errado. O pós-venda é fundamental para manter o interesse do consumidor e fidelizá-lo, para que haja compras futuras e preferencialmente, que, além disso, ele ainda indique sua marca para outras pessoas e se torne um defensor dele.

Isso é importante porque, de acordo com pesquisas realizadas pela consultoria Nielsen, é mais fácil para 92% dos consumidores confiar em recomendações de amigo para amigo. Pense nisso.

Por que o brandformance é importante?

Como você pôde perceber, ao unir estratégias de branding e performance é possível até mesmo duplicar os índices de conversão. Quer dizer, quando um trabalho de construção de marca é bem executado os índices de conversão e KPI’s de performance são auxiliados.

Dependendo dos objetivos e metas do momento, a marca pode optar por investir mais em branding ou performance. Seja como for, o trabalho em conjunto dessas áreas é indispensável para o sucesso de um negócio. Afinal, o branding ajuda a gerar especialmente empatia e interesse pelas marcas.

Empatia

Por exemplo, especialmente durante a pandemia do coronavírus, a capacidade de se colocar no lugar do outro tem se manifestado entre muitos consumidores, como os que priorizam a compra em comércios locais, que são um dos mais afetados pela crise econômica ocasionada.

Assim, quando as estratégias de marketing digital sabem provocar essa sensação no cliente, ele pode se sentir mais atraído pela compra. Isso pode ocorrer ao utilizar conteúdos visuais de pessoas reais que trabalham em determinado estabelecimento, substituindo a frieza de banco de imagens.

Além disso, outra possibilidade são as ações como as mencionadas que foram realizadas pelo Ifood, que além de ajudar na sobrevivência dos negócios por meio do auxílio, incentiva os restaurantes a manterem negócios com o aplicativo e os consumidores finais a fazerem pedidos em um aplicativo que trabalhou adequadamente o branding e mostrou ter propósito e se preocupar com o próximo.

Desejo

Considerando a enorme quantidade de informação, incluindo publicidade e propaganda no meio digital, nas ruas etc. a capacidade de prender a atenção de um público e despertar o desejo pela compra é sempre um desafio, que pode ser de sucesso com ajuda do branding.

Até porque, ele contribui para que uma marca ganhe notoriedade e se diferencie no mercado. Assim, é muito mais fácil um cliente chegar no mercado e escolher um produto cuja marca ele já ouviu falar do que em outra desconhecida.

Em outras palavras, as novas exigências do mercado e perfil dos consumidores pede que as marcas muito além de focar em estratégias de conversão fortaleça a imagem e o propósito diante do público, o que a brandformance contribui para equilibrar bem.

Gostou do post? Assine nossa newsletter para continuar acompanhando nossos conteúdos e fique por dentro das novidades!