Descubra com a DDWB como gerenciar uma loja virtual

18 de fevereiro de 2019
PUBLICADO EM blog
18 de fevereiro de 2019 Marcelo Rama

Seria maravilhoso se administrar um e-commerce fosse somente receber os pedidos, embalar os produtos e enviá-los via Correios, não é mesmo? Acontece que é preciso mais para ser bem-sucedido. Por isso, hoje vamos bater um papo sobre como gerenciar uma loja virtual.

Afinal, se você não estruturar o processo de como isso vai funcionar, desde a atração de leads até o momento de checar a satisfação do cliente, haverá falhas, como: entregas em atraso, abandono de carrinho, estratégia de e-mail marketing ineficiente e muitas outras.

Neste post, confira dicas para usar as ferramentas certas para turbinar o resultado das
vendas. Boa leitura!

Saiba como gerenciar uma loja virtual

A gestão de uma loja online inclui uma série de práticas, como: estoque em dia, atualização de lançamentos, controle das finanças, promoções, identidade visual marcante etc. O maior aliado de uma gestão eficiente é o marketing digital, pois permite passar a mensagem certa para o público certo. Com esse recurso, também é possível:

• oferecer conteúdos interessantes para engajar as pessoas;
• fazer promoções para um público segmentado;
• investir em anúncios nativos;
• aplicar remarketing para o usuário ter outra oportunidade de fechar a compra;
• disparar e-mail marketing;
• analisar mídia de performance etc.

É claro que é fundamental ficar de olho nos resultados, principalmente se você quer fortalecer a marca, gerar leads e aumentar as vendas. Recursos como o Google Analitycs ajudam a fazer uma análise do desempenho. Dessa forma, dá para avaliar se a estratégia está dando certo ou o que, exatamente, precisa ser melhorado.

Entenda os desafios
A competitividade está cada dia mais acirrada: guerra de preços, frete grátis oferecido por alguns players, descontos apelativos, entre outras ações. Sem dúvidas, um dos

primeiros desafios é identificar se o produto, o preço e o site têm aceitação no mercado. É por esses motivos que uma loja virtual precisa ter diferenciais que a permitam ganhar visibilidade — caso contrário, ela é só mais uma entre tantas. Entretanto, as estratégias por trás do lançamento são fundamentais para conquistar as primeiras
vendas.

Um e-commerce de sucesso oferece uma boa experiência de navegação ao usuário, permite localizar facilmente os produtos, agilidade nos pedidos e, principalmente, ser otimizado para mobile. Afinal, o celular é o dispositivo com maior concentração de acesso.

Qual o diferencial da DDWB na gestão de lojas virtuais?
A DDWB desenvolve projetos online desde 2005. Além disso, possui experiência em criação e desenvolvimento de lojas virtuais: os sites ficam esteticamente agradáveis, funcionais e efetivos. Os profissionais conhecem o processo de compra, as principais dúvidas dos usuários, os pontos de otimização e as melhorias que deram certo em
projetos anteriores.

Eles procuram entender o contexto do cliente e atuam de maneira personalizada a fim de projetar um layout que esteja de acordo com as mais recentes tendências do mercado no menor espaço de tempo possível. Quando o cliente chega na DDWB com um projeto desenvolvido, a equipe tem o cuidado de acompanhar todas as URL’s que já estão indexadas no Google. O objetivo é manter o bom rendimento orgânico de vendas, mesmo se for necessário desenvolver uma nova proposta.

A DDWB é VTEX Partner. Ou seja, a empresa realiza todo o processo de criação e implantação da plataforma, desenvolve uma identidade visual única e com a cara da sua empresa. Também oferece treinamento para você aprender a manusear o sistema e ter controle total sobre possíveis ajustes e melhorias. O que é a Plataforma VTEX? Quais são as principais vantagens e a quem ela é indicada?

A VTEX é a principal plataforma de e-commerce da América Latina. Foi desenvolvida no formato Cloud Commerce, no qual todo processamento é feito com armazenamento na nuvem. Isso garante o carregamento mais rápido das telas, fato que proporciona dinamismo em etapas importantes como as de finalização de compra e pagamento.
Ela é utilizada por 33% das maiores marcas globais, como Coca-Cola, Electrolux, McDonald´s, Sony, Walmart e muitas outras. Empresas que utilizam essa plataforma ganharam um aumento de 54% em vendas e uma enorme redução no abandono de carrinhos.

Os usuários também observam um crescimento nos principais indicadores de desempenho que compõem uma operação de e-commerce. Outro grande benefício é permitir que o lojista conecte a loja virtual aos diversos Marketplaces do Brasil, como: Amazon, Mercado Livre, Submarino etc. Além disso, o sistema também oferece upgrades e atualizações diárias sem custo adicional.

12 truques da DDWB para gerenciar lojas virtuais
Ao longo desses quase 14 anos de existência, a DDWB já participou do lançamento de inúmeras lojas virtuais, nos mais diversos seguimentos. Por conta disso, adquiriu-se um excelente know-how na gestão de projetos de e-commerce. Conheça então, os segredinhos da DDWB:

1. Captura de e-mails
Um dos maiores ativos que uma empresa pode construir na internet é a lista de e- mails das pessoas que interagem com sua marca. Mesmo que algumas pessoas pensem que o disparo de e-mail está obsoleto, ainda vemos resultados super expressivos nos casos em que os usuários pediram para receber contato. Sendo assim, sugerimos a criação de diversos pontos de captação de e-mail ao longo do site, em formulários específicos, em pop-ups, ou trocando com alguma recompensa digital.

A partir da construção dessa lista, dispare regularmente e-mails para manter sua marca presente no dia a dia do seu cliente, lançamentos, queima de estoque, promoções, dicas e curiosidades são bem-vindos para essa estratégia.

2. Crie estratégias sazonais
Toda loja virtual possui sazonalidades, ou seja, épocas do ano em que as vendas acontecem com maior facilidade. Independente do seu nicho de mercado, é importante que se tenha isso muito bem mapeado para prever situações. Prepare seu estoque para que os SKUs top de venda não faltem. Avise com antecedência seus consumidores para prepará-los e mantê-los focados em sua marca. Do mesmo modo como existem épocas das “vacas gordas”, existem momentos em que as vendas são mais difíceis de acontecer. Esse é o momento de ser criativo e preparar condições que sejam irrecusáveis. Descontos progressivos, envio de brindes, frete grátis… São algumas das opções que você pode testar para que o fluxo de vendas não deixe de acontecer.

3. Habilite Chat Online
Diferente das lojas físicas, onde o consumidor pode tocar, sentir e ver de perto o produto do seu interesse, nas lojas virtuais o único contato do cliente com o produto é a foto, ou vídeo que eventualmente conste na página de vendas.
Exatamente por isso, mesmo que o interesse na compra exista, é natural que persistam algumas dúvidas, então deve-se habilitar todas as formas de contato possível.

Aconselhamos habilitar chat online, pois é uma ferramenta de mensagens instantâneas. Os usuários podem tirar dúvidas durante o processo de compra, e ao quebrar objeções, poderão converter em pedidos em alguns segundos.

4. Utilize Inbound Marketing
Utilizar essa estratégia ajuda a alcançar uma gama muito grande de pessoas que nunca ouviram falar sobre sua marca, e muitas vezes nem sabe que precisam dos seus produtos. A ideia é dar dicas, apresentar curiosidades que façam com que as pessoas reconheçam que possuem algum problema, e durante a comunicação, mostrar que através dos produtos da sua loja virtual esses problemas podem ser solucionados. Dessa forma, criamos uma demanda que até então não existia.

5. Facebook e Outras Redes Sociais
A utilização das redes sociais para manter uma boa comunicação com o público é fundamental. Para cada loja virtual, para cada tipo de produto, podemos ter sugestões diferentes de redes a serem utilizadas. Se forem itens de moda, o Instagram cai muito bem. Se for algo voltado para o público corporativo, o Linkedin seria o mais recomendado, e assim por diante. O fato é que essas estratégias proporcionam aumento do relacionamento entre
marcas e pessoas, sendo um grande diferencial. Outra vantagem da divulgação nesses canais é a possibilidade de indicação e viralização dos conteúdos. Ao divulgar um produto em lançamento, ou em promoção, é possível realizar a marcação de amigos, parentes e qualquer pessoa que entendermos ser potencial comprador.

6. Faça Gestão de Google Ads
A utilização de campanhas de Google Ads é praticamente uma unanimidade na divulgação de produtos e serviços para venda online. Essa estratégia atua no que chamamos de fundo de funil, ou seja, já existe uma demanda de mercado, as pessoas buscam, pesquisam, querem comprar. O que acontece nesse caso é que podemos deixar uma loja virtual em evidência assim que a busca por um termo acontecer. As vendas tendem a acontecer em um espaço de tempo muito menor. Aqueles que pensam que Google Ads se limita no Search, está muito enganado.
Dentro desse universo ainda podemos contar com anúncios de Display, dentre eles o famoso Remarketing. Além de Google Shopping, Youtube Abs, entre outras possibilidades.

7. Native Ads
Apesar de não ser uma estratégia tão divulgada e conhecida, atuar com Native Ads pode ser uma excelente experiência, pois o Taboola e Outbrain (os veículos mais relevantes dessa estratégia) permitem gerar grande quantidade de tráfego para sua loja virtual. E como funciona? Costumamos dizer que são anúncios disfarçados de notícia. Costumam ter chamadas muito atraentes, conquistando o clique do usuário pela curiosidade. A partir disso, o usuário é direcionado para a página de vendas ou para um blog, onde haverá mais informações sobre o
produto e alguns call to action que convidarão o usuário a realizar uma compra.

8. Waze Ads
Com a facilidade do acesso a informação, vemos que usuários tem pesquisado muito antes de converter em compra. Entram e saem do site diversas vezes, pesquisam concorrentes, e nem sempre compram online, pois alguns ainda fazem questão de comprar pessoalmente. Nesse caso, a loja virtual serve apenas para pesquisa. Então de que modo podemos contribuir para que a conversão não deixe de acontecer? Caso você tenha uma loja física, sugerimos a implantação de estratégias de Waze Ads, assim facilitamos o acesso do usuário até o estabelecimento, integrando o mundo online com offline.

9. Explore Videos
Em um passado recente as pessoas evitavam assistir vídeos pelo celular, com receio de consumir todo o seu pacote de dados pelo celular ou por seu lento carregamento. Atualmente, os vídeos são o tipo de conteúdo mais acessado da
internet. E justamente por isso que o Instagram Stories ganhou força e o Youtube se tornou essa grande potência. Sendo assim, estude o formato ideal de propagação em cada veículo, e use e abuse dessa ferramenta para apresentar sua empresa, destacando os pontos positivos de seus produtos.

10. Apresente Novidades
A apresentação da sua loja virtual precisa ser tão dinâmica quanto a vitrine de uma loja física. Não deixe os mesmos destaques por muito tempo. Seu usuário precisa de estímulos diferentes para despertar o interesse nos seus produtos. Por mais que você tenha centenas de SKUs diferentes ao longo de todo o site, nem sempre os usuários vão pesquisar por páginas e páginas até encontrar algo do agrado deles.

Facilite esse processo com banners que evidenciem produtos com preço atrativo, ou lançamento de novos produtos, ou a queima de estoque de uma categoria especifica. Desse modo você terá condições de conhecer melhor seu público e identificará oportunidades de venda diferentes.

11. Acompanhe a concorrência
O mercado é competitivo, e nem sempre fazer um bom trabalho é o suficiente para garantir boas vendas. Você acompanha o que seu concorrente anda fazendo? Muitas vezes ele está aproveitando alguma oportunidade de mercado que você não tenha pensado antes. Em outras vezes, ele está tornando o processo de vendas mais atrativo que você. E a linha de preços? Manter os olhos bem abertos é importante para não perder grandes oportunidades.

12. Estimule a recompra
Sabemos que nem sempre é barato trazer pessoas para dentro de uma loja virtual. Gerar tráfego normalmente custa caro, e se formos depender de acessos orgânicos, esse processo pode levar anos. Por isso, uma vez que você conquistar sua carteira de clientes deve estimular a recompra, a retenção e a fidelização para
aumentar sua margem de lucro. Existem diversas estratégias e ferramentas que permitem identificar, de maneira
bem individual, a quantidade de pedidos de cada usuário. Dessa forma, sugira que o usuário compre mais uma vez concedendo, por exemplo, descontos progressivos.

Como contratar os serviços da plataforma Vtex?
Para contratar uma loja Vtex, basta entrar em contato com a equipe comercial da DDWB. Ela identifica a realidade do seu negócio, bem como as experiências anteriores, expectativa de crescimento a curto, médio e longo prazo. Em seguida, é feito um estudo para saber se o projeto se encaixa nas suas necessidades. Por fim, o grupo faz
uma proposta detalhada que inclui aspectos de desenvolvimento e marketing. Viu como gerenciar uma loja virtual é uma atividade complexa? Com o parceiro certo, o seu negócio vai ser um sucesso. Pense nisso! Se ficou com alguma dúvida, não deixe de entrar em contato conosco!