14 estratégias essenciais para administrar sua loja virtual

10 de setembro de 2018
PUBLICADO EM blog
10 de setembro de 2018 Marcelo Rama

O avanço das tecnologias possibilitou o surgimento de diferentes oportunidades de negócios na internet. Por mais que novos comércios surjam online diariamente, não se engane em achar que é uma tarefa simples. Administrar uma loja virtual vai muito além de colocar um site no ar, demandando uma série de estratégias para que os lucros apareçam.

Lidar com um comércio online oferece desafios para os empresários que trabalham diariamente para compreender o comportamento do consumidor. O público, cada vez mais conectado e interessado em novas tendências, exige inovações e muito trabalho dos empreendedores.

Quer saber como administrar uma loja virtual e obter bons resultados? Então continue a sua leitura e confira as dicas que preparamos!

Como uma boa estratégia influencia no sucesso de uma loja?

O primeiro passo que qualquer empresário deve priorizar na hora de abrir um e-commerce é elaborar um planejamento. Esse documento deve contar com os objetivos e metas da empresa, bem como suas ações promocionais, o público-alvo e demais informações relevantes.

Ao elaborar uma estratégia baseada no planejamento estruturado para uma loja virtual, os resultados obtidos após a sua realização têm mais chances de serem positivos, visto que a ação foi elaborada para o público-alvo correto e utilizou os meios de comunicações nos quais esses consumidores estão conectados.

Muitas pessoas acreditam que administrar uma loja virtual se resume a inserir os produtos em um site ou marketplace e esperar que eles se vendam sozinhos. Contudo, o trabalho abrange muito mais aspectos e, quando esse processo de análise é ignorado, o único resultado é o prejuízo.

Como administrar uma loja virtual? Quais são as estratégias mais adequadas?

Para auxiliar você no desenvolvimento de ações para seu estabelecimento, preparamos uma lista com as principais dicas e técnicas que podem ser desenvolvidas no percurso até o sucesso do comércio. Confira as nossas dicas abaixo:

1. Definir claramente os processos

Manter uma loja virtual exige conhecimentos em tecnologia, vendas e administração. Sendo assim, um bom empresário precisa entender o funcionamento de todos esses setores para que os resultados apareçam.

Estabelecer quais são os processos que ocorrem na sua loja virtual e direcionar as funções para cada funcionário é um passo muito importante. Com isso, torna-se possível otimizar o tempo e agilizar a realização das tarefas necessárias.

2. Estabelecer um controle das finanças

Quanto dinheiro é investido na sua loja virtual? Qual é o retorno líquido desse valor para a empresa no final do mês? O cálculo do ROI (Retorno Sobre Investimento) é essencial para compreender o desempenho real da marca.

Quando uma empresa não sabe como o dinheiro está sendo gasto e se ele está retornando ao caixa por meio das vendas, os resultados podem ser decepcionantes. A melhor maneira de administrar um estabelecimento é elaborar um controle financeiro rigoroso.

Isso quer dizer que é preciso documentar todas as despesas, sejam elas compras de fornecedores, marketing, envios de mercadorias ou o dinheiro das vendas. Tudo precisa ser registrado, acompanhando a movimentação de compras na loja virtual.

Uma estratégia muito eficiente para conseguir realizar esse acompanhamento é contar com um sistema integrado que ofereça um resumo diário dessas informações. Dessa forma, administrar sua loja virtual vai ficar muito mais fácil e as oportunidades de crescimento vão começar a aparecer.

3. Elaborar estratégias de marketing digital

Conseguir vender um produto na internet vai além de disponibilizar o item online: é preciso fazer com que os usuários conheçam a sua loja e se interessem pelos artigos anunciados.

O público que realiza compras na internet está em constante transformação. O que antes produzia medo e insegurança em alguns usuários é, nos dias atuais, certeza deuma transação rápida, prática e ágil. Ou seja, é preciso oferecer aos consumidores produtos de qualidade, atendimento diferenciado, envio personalizado e, sempre que possível, uma marca apaixonante.

Uma boa loja virtual precisa transmitir uma mensagem, convencer o usuário de que obter os seus produtos/serviços vai trazer algum benefício para sua vida que ultrapasse os limites de suas funcionalidades. Isso pode ser feito por meio de preços baixos, objetos personalizados, status embutido na compra e várias outras táticas.

Crie páginas nas redes sociais, instigue a interação dos seus seguidores e estabeleça uma relação de confiança com os clientes. É essencial transmitir a imagem de uma empresa segura e determinada a oferecer experiências úteis e agradáveis aos consumidores.

As estratégias de marketing digital podem ir além e oferecer promoções, programas de fidelidade e cupons de desconto. Essas ações podem atrair novos compradores, fidelizar clientes atuais e aumentar as vendas em períodos de baixa movimentação.

4. Valorizar o feedback dos clientes

Algumas empresas acreditam que uma avaliação ruim prejudica a imagem da marca. No entanto, quando essa crítica é ouvida e a equipe age rapidamente para solucionar o caso, os resultados podem acabar sendo bastante positivos.

Uma empresa que apaga os feedbacks negativos transmite a mensagem de que não está interessada em trabalhar para melhorar o seu trabalho. Enquanto isso, a marca que aceita as críticas e sabe como oferecer um atendimento ao consumidor, compreendendo as suas necessidades e anseios, dá um passo à frente e conquista a confiança do usuário.

Os elogios também precisam ser bem-vindos e agradecidos constantemente: é preciso valorizar o consumidor e mostrar que a sua compra é essencial para o sucesso da marca.

5. Acompanhar os resultados

Sabe quando falamos da importância de documentar todos os números da marca? É aqui que essas informações se mostram fundamentais para que administrar uma loja virtual se transforme em um trabalho rentável.

Os dados a respeito das vendas são essenciais para compreender o comportamento do público e, por conseguinte, entender o que levou os determinados compradores a adquirirem um produto em dado momento. O objetivo de tal avaliação é estudar qual estratégia da loja virtual gerou boas vendas e quais ações não foram bem recebidas pelo público.

Acompanhar o crescimento das redes sociais, números de acessos no site e os níveis de engajamento dos usuários em publicações vai proporcionar uma visão completa do desempenho da marca, possibilitando a criação de novas estratégias para alcançar novos objetivos com a sua empresa.

6. Realizar uma boa gestão de estoque

Uma boa gestão de estoque é fundamental para o sucesso da sua loja virtual. Um dos benefícios de ter uma loja online é não ter a necessidade de ter lojas físicas com espaço para o estoque.

No entanto, para que tudo dê certo, é preciso ter um ambiente organizado para gerir todos os produtos que serão comercializados, facilitando o controle do que foi vendido, o que ainda está pendente e o que precisa ser reposto.

Com uma boa gestão de estoque, você evita comprar produtos que não estão tendo muita aceitação do público. Além disso, é possível analisar em quais épocas do ano a sazonalidade é maior, podendo aumentar ou reduzir a compra de determinados produtos sem prejudicar as vendas — e, ainda, aumentando a rentabilidade do negócio.

7. Estabelecer os KPIs estratégicos para o seu negócio

Um outro passo fundamental para garantir o sucesso da sua loja virtual é estabelecer os KPIs (Key Performance Indicators, ou Indicadores-Chave de Desempenho) estratégicos para seu negócio.

Nesse momento, você precisa definir seu objetivo e quais são as métricas necessárias para analisar se você está próximo desse resultado.

Com esses KPIs em mãos, é preciso criar uma rotina de mensuração desses resultados mensalmente, para que as ações possam ser melhoradas e otimizadas todos os meses, fazendo com que os resultados melhorem gradativamente.

8. Aprender a calcular o ROI da sua empresa

Aprender a calcular o ROI é igualmente importante. O ROI (Return Over Investment, ou Retorno Sobre Investimento) indica, de forma bastante sucinta, se o que a sua empresa está investindo hoje está trazendo os resultados esperados.

Essa métrica é fundamental para descobrir como está o rendimento da sua empresa e, se combinada com a análise dos KPIs, pode tornar o negócio muito mais viável.

Para calcular o ROI, é preciso seguir a seguinte fórmula:

ROI = (Retorno do Investimento – Custo do Investimento) / Custo do Investimento

9. Fazer uma boa gestão de fornecedores

Uma gestão eficaz de seus fornecedores é fundamental. Se a sua loja online não estiver bem abastecida, é bem possível que você perca vendas já a curto prazo.

Para evitar essa situação, é preciso se relacionar bem com fornecedores, tendo sempre um plano B (e, se possível, planos C, D, E…) à mão em caso de problemas.

Essa gestão pode ser feita por meio da previsibilidade: se você possui dados em mãos capazes de mensurar em quais épocas do ano você precisa de mais produtos x ou y, é possível manter essa demanda alinhada com os fornecedores e negociar, com base em uma parceria bem estruturada, valores e condições mais interessantes de entrega.

Uma boa gestão com fornecedores é, também, uma forma de reduzir os custos. Como dito anteriormente, se for uma parceria firme e de sucesso, a sua empresa pode conquistar vantagens que implicam em melhora da qualidade do produto, agilidade de entrega para o consumidor e até na redução do preço para o cliente final.

10. Ter uma identidade visual bem definida

Para que a sua loja venda bem — e, claro, venda cada vez mais —, é preciso que sua marca seja bem definida. Por isso, investir em uma identidade visual de qualidade é fundamental: ela ajudará a aumentar o alcance e o reconhecimento do seu negócio, melhorando também as conversões.

Lembre-se sempre de trabalhar a identidade visual em todas as peças de comunicação para reforçar a marca e se manter cada vez mais presente no dia a dia dos consumidores.

11. Automatizar processos

A automatização de processos é uma forma de ganhar mais tempo hábil no dia a dia da empresa, além de aumentar o alcance e melhorar o relacionamento com os consumidores.

Para as lojas online, existem várias opções de ferramentas de automação que podem ser bem proveitosas. As primeiras são ferramentas de vendas, onde é possível ter um controle mais prático e rápido do que foi vendido, de compras que ainda não foram pagas e problemas durante todo o percurso.

Do ponto de vista da comunicação, as ferramentas de automação de marketing são fundamentais: elas ajudam a segmentar melhor os conteúdos e personalizar cada vez mais essa relação, criando e-mails e peças de comunicação de forma prática e simples direcionadas para cada cliente, com base em seus interesses e necessidades.

12. Usar um bom CRM

Um bom CRM é uma forma de manter a sua empresa alinhada a respeito de quem é seu consumidor, como é a sazonalidade da sua empresa, quais personas compram quais tipos de produtos e, com base nisso, ter informações suficientes para insights estratégicos.

Um bom CRM, se alinhado com uma ferramenta de marketing, é capaz de criar ações muito mais automatizadas e bem direcionadas para seu público.

Esse conhecimento também aumenta o conhecimento de mercado, permitindo que você comece a visualizar com dados reais como é o comportamento do consumidor, como seus clientes e comportam, como são os picos e declínios de vendas de cada produto da sua empresa e muito mais.

13. Manter uma boa relação com os clientes

Do momento da definição de personas ao pós-venda, uma relação de respeito mútuo com os clientes é indispensável.

Quando for definir as personas, é preciso fazer um estudo aprofundado de quem são essas pessoas. Na medida em que a loja online for crescendo, o ideal é usar as informações dos consumidores atuais para otimizar e entender melhor o público.

Já na realidade pós-venda, manter um bom relacionamento com os clientes é fundamental para aumentar a fidelização dos clientes, a recorrência de compra e as indicações para possíveis novos clientes.

14. Ter uma boa rotina de devoluções e gestão de crises

Uma boa gestão de empresas também exige uma boa rotina de gestão de crises e devoluções. Nesse sentido, é preciso que os responsáveis pelo atendimento e marketing digital da empresa sejam capazes de lidar com possíveis problemas que podem existir, como clientes insatisfeitos, produtos com defeito e retaliações online.

Crie uma rotina de ação para cada possível cenário, mantendo uma abordagem sempre consultiva e buscando resolver os problemas dos consumidores de forma rápida, prática e cordial.

Saber como administrar uma loja virtual é um processo que demanda responsabilidade e preparo, principalmente quando o assunto é a criação de estratégias para melhorar os resultados. Nesse contexto, contratar uma agência especializada em marketing digital pode ser o que falta na busca por novos patamares. Sendo assim, não deixe de procurar profissionais capacitados para auxiliar no crescimento da sua marca.

Tem uma loja virtual e quer melhorar os resultados do seu negócio? Entre em contato conosco e descubra como podemos ajudá-lo a alcançar seus objetivos!