Aqui está o guia completo sobre como gerar tráfego para site!

3 de dezembro de 2018
PUBLICADO EM blog
3 de dezembro de 2018 Marcelo Rama

Existe uma série de perguntas que uma empresa faz para si mesma antes de começar a investir nos meios digitais. Algumas delas são ”Como aparecer no Google?” e ”Como gerar tráfego para site?”.

Alcançar bons resultados com o marketing digital e todas as estratégias que envolvem o ranqueamento de uma empresa em mecanismos de busca demanda planejamento e conhecimento. Por essa razão, preparamos este texto para que você saiba como conquistar mais acessos para a sua empresa.

Quer descobrir como melhorar os números do site da sua marca? Então, continue a sua leitura e aprenda a atrair novos acessos ao seu endereço da web!

Do que se trata a geração de tráfego?

Podemos definir o tráfego como a quantidade de informações enviadas e recebidas por cada usuário dentro de um endereço da web. Ou seja, o número de visitantes que acessaram uma página e quantos ficheiros foram abertos nesse mesmo site.

Existem dois modelos de geração de tráfego:

Orgânico

São os acessos que acontecem sem o direcionamento de campanhas de anúncio. Por exemplo, as visitas de usuários que buscaram a sua empresa em mecanismos de buscas, como o Google e o Yahoo!

Uma das principais vantagens de entender como gerar tráfego para site de maneira orgânica é conseguir melhorar os resultados da página, sem depender exclusivamente em investimentos em anúncios.

Pago

A outra possibilidade de geração de tráfego para um site é investir em anúncios pagos em diferentes plataformas. Essa estratégia se mostra extremamente eficiente a curto prazo e rende bons números para as marcas, principalmente as que desejam resultados imediatos com os seus investimentos.

Por que é tão importante gerar tráfego?

A construção de um site demanda custos para uma marca. É necessário adquirir um domínio, contratar um funcionário ou empresa terceirizada para desenvolver o layout e a codificação, além de contar com alguém para manter os materiais atualizados.

Sendo assim, por exigir tanta atenção de uma companhia, o seu endereço da web precisa trazer algum retorno. Por exemplo, a conversão de usuários, a venda online e o aumento da notoriedade da instituição perante o seu público-alvo.

Por isso, podemos entender a importância de saber como gerar tráfego para site, uma vez que os resultados conquistados não vão ser positivos enquanto a quantidade de acessos não aumentar. Além dessa razão, existem outros benefícios que favorecem uma marca ao incentivar as visitas em sua página da web. Confira:

  • maior visibilidade;
  • crescimento na abrangência do público-alvo;
  • aumento nas possibilidades de vendas;
  • maior interesse no site por meio de anunciantes;
  • possibilidade de transformar o endereço da web em uma página rentável.

Com tantas vantagens, fica mais fácil compreender a relevância da geração de tráfego para um site. Portanto, é essencial trabalhar para gerar mais acessos do seu público-alvo. Leve em conta que, independentemente da qualidade do layout apresentado, de nada vai adiantar se os usuários não forem atraídos até o endereço da web.

Como identificar as oportunidades de tráfego?

A principal maneira de reconhecer uma possibilidade de aumentar o número de visitas dentro de um site é a partir de uma análise das palavras-chave que mais se destacam no seu segmento.

Para encontrar essas oportunidades, vale a pena utilizar a ferramenta AdWords Keyword Tool. A plataforma desenvolvida pelo Google permite que as empresas pesquisem a audiência de suas palavras-chave, identifiquem termos relacionados e analisem a sua competitividade. Desse modo, a marca consegue escolher as expressões mais eficientes de acordo com a sua segmentação e necessidades.

Segundo a pesquisa da Slingshot, publicada no SEOMoz, a primeira página que aparece nos resultados de busca recebe 18,2% de todo o tráfego da palavra-chave. Sendo assim, ao utilizar as expressões corretas disponibilizadas no AdWords Keywoord Tool, as chances de a empresa conquistar essa visibilidade crescem ainda mais!

É comum encontrarmos erros nas estratégias de marketing digital. Porém, quando uma marca consegue visualizar as oportunidades corretas, ela tem um leque maior de possibilidades de obter sucesso.

Qual a relevância de se estudar a concorrência?

Existe uma lista com os principais fatores que precisam ser analisados nos sites das empresas concorrentes. A partir desses tópicos, a sua marca consegue observar pontos positivos e negativos, bem como entender a resposta do público para determinadas estratégias.

Os itens que precisam ser observados são:

  • título;
  • meta description — texto disponibilizado abaixo do link;
  • imagem do autor — importante principalmente em artigos;
  • URLs — precisam estar configuradas corretamente para ajudar na identificação do cliente (por exemplo, ddwb.com.br/contato).

Estudar a concorrência permite que uma empresa entenda o comportamento das outras instituições do seu segmento e analise se essas estratégias estão rendendo tráfego. Com isso, é possível desenvolver novas táticas para gerar mais visitas e atrair o público que não está satisfeito com os resultados das marcas concorrentes na internet.

Por que se deve oferecer um conteúdo de qualidade?

A melhor parte de aprender como gerar tráfego para site é compreender que a empresa precisa alinhar o bom posicionamento nos mecanismos de busca com um layout responsivo e materiais que estejam de acordo com o interesse do público-alvo.

Mas, afinal, o que uma empresa precisa fazer para atingir um bom posicionamento em sites como o Google? Basicamente, colocar em prática as estratégias de SEO, junto com o desenvolvimento de conteúdos informativos, interativos e relevantes para a sua persona.

Quando uma pessoa encontra um resultado de pesquisa que solucione a sua dúvida de maneira prática e rápida, você ganha alguns pontos. Isso porque, provavelmente, esse visitante voltará a buscar a sua página quando ele tiver outros problemas.

Além disso, transmitir conhecimento e autoridade aumenta a presença da empresa no mercado e garante uma boa experiência ao usuário.

De que forma devo aproveitar as redes sociais?

Todos já ouviram a expressão ”a propaganda é a alma do negócio”, não é mesmo? Aqui, não tem problema se trocarmos “propaganda” por “marketing”. De qualquer forma, o fato é que as redes sociais exercem um papel importantíssimo quando se trata de geração de tráfego para um site.

Escrever um bom artigo e oferecer ao usuário um site de qualidade são os processos iniciais para atrair visitas. Depois disso, é necessário divulgar esses materiais para que o público possa ter acesso ao conteúdo disponibilizado.

São nessas etapas que as redes sociais aparecem para impulsionar os acessos de sites e publicações em blogs. As marcas devem aproveitar as suas páginas e o engajamento dos usuários com essas contas para propagar esses conteúdos e garantir a visita dos seguidores e atrair novos públicos.

Facebook

Na maior rede social do mundo, as empresas podem publicar os links de direcionamento para landing pages, sites ou blog posts. Os social posts e as hashtags são bastante úteis para atrair os usuários até os endereços da web.

Twitter

O microblog conta com um sistema de acompanhamento de tendências, um espaço que mostra aos usuários os principais assuntos do momento ao redor do mundo e em cada país.

Essa ferramenta permite que as empresas promovam as suas publicações e divulguem links utilizando as palavras-chave mais usadas na rede em determinado momento.

Instagram

Uma das redes sociais mais utilizadas ao redor do mundo, a plataforma para publicação de fotos e vídeos também pode ser utilizada para impulsionar e gerar tráfego para um site.

Com a funcionalidade de publicar fotos e também disponibilizar Stories por 24 horas, as marcas conseguem promover os seus conteúdos com links diretos ao endereço desejado.

Assim como o Facebook e o Twitter, o Instagram também permite que os perfis utilizem hashtags para alcançar novos usuários. Então, ao publicar uma imagem no seu feed, procure as principais palavras-chave que podem atrair novos seguidores e acessos para o endereço divulgado.

Como gerar tráfego para site?

A seguir, preparamos algumas dicas infalíveis para você começar a atrair novos acessos agora mesmo para a sua página da web!

Produza conteúdos de qualidade

Os usuários são atraídos por publicações que sejam do seu interesse e que contem com textos bem escritos, sem erros ortográficos e com fontes confiáveis. A estrutura também precisa ser atraente. Artigos com parágrafos longos e informações desconexas, por exemplo, geram um efeito negativo.

Portanto, para produzir os posts é importante contar com redatores e revisores para garantir que o conteúdo esteja de acordo com as estratégias de SEO e atenda às expectativas do usuário ao acessar o material.

Divulgue para o público-alvo correto

O seu material não vai proporcionar as ações esperadas se for anunciado para as pessoas erradas. É mais um motivo que mostra a importância de entender como gerar tráfego para site.

Mais do que isso, também é preciso compreender que as pessoas alcançadas devem fazer parte de um segmento que tenha interesse no ramo de atuação da sua empresa.

Produza guest posts

Uma ótima maneira de promover uma marca para novas audiências é buscar empresas parceiras ou influenciadores digitais para produzir publicações como convidado.

Mas, lembre-se de que o blog escolhido para receber esse conteúdo deve ter um público-alvo compatível com o seu. Dessa forma, vai ser mais fácil convencer os usuários a conhecer os seus serviços e produtos.

Por exemplo, não faz sentido uma empresa disponibilizar artigos sobre produtos para caminhão em sites para mães de crianças recém-nascidas.

Crie e-books

A criação de e-books é uma estratégia eficiente para atrair visitantes até um site ou blog. As empresas estão utilizando com muita frequência esse recurso, para oferecerem aos usuários conteúdos ricos em informações e que promovam a conversão do visitante.

Para que esse material renda resultados, é necessário fazer com que o usuário acesse o seu blog e disponibilize alguma informação em troca do e-book produzido.

Faça títulos criativos

Publicações sem chamadas atrativas tendem a não proporcionar os resultados desejados pela empresa. Sendo assim, a imaginação precisa ser trabalhada na hora de escolher o título dos posts em um blog.

Escolha uma frase impactante e que deixe claro o que vai ser explicado no decorrer do texto. Essa é a melhor maneira de conquistar o tempo e a confiança do usuário de que o material é útil para a sua vida pessoal ou profissional.

Siga as regras de escaneabilidade

É importante que o material disponibilizado em um blog contenha mais de 300 palavras, para estar de acordo com as regras de SEO e garantir um bom posicionamento nos mecanismos de busca. Contudo, não existe uma norma para definir a quantidade máxima de palavras para os conteúdos.

Os posts de 1000 palavras são, geralmente, os principais resultados nas buscas. No entanto, não é só o tamanho do post que interfere no desempenho de um endereço na web em páginas como o Google. Há diversas regras de escaneabilidade que são responsáveis por determinar a qualidade dos textos publicados na internet.

Ao seguirem essas normas, as empresas garantem que o conteúdo está de acordo com o esperado nas ferramentas de análise dos mecanismos de busca. Com isso, há mais chances de ele aparecer nas primeiras posições.

Listamos algumas dessas regras para que você possa aplicar nas próximas produções para o blog da sua empresa!

  • Alinhe os textos à esquerda;
  • Utilize negritoitálico e sublinhado em trechos importantes (sem exageros);
  • Crie listas com bullet points;
  • Insira subtítulos com a formatação correta (h2, h3, h4…);
  • Defina um padrão de linhas por parágrafo.

Pesquise as palavras-chave adequadas

Quais são os termos mais utilizados no segmento da sua empresa? Existem ferramentas capazes de segmentar quais são as principais expressões que devem ser utilizadas para gerar tráfego para site.

O Google é conhecido no meio do marketing digital por oferecer plataformas para auxiliar na criação de anúncios e publicações de acordo com as estratégias de SEO. Isso facilita o percurso de uma marca até o topo dos resultados de pesquisa.

Para procurar as principais palavras-chave, o software mais recomendado é o Google Ads. Ele proporciona ao pesquisador informações sobre volume de busca, impressões, e ainda oferece outros termos que também podem ser utilizados.

Priorize conteúdos evergreen

O termo ”evergreen” representa os materiais que continuam gerando tráfico para um site mesmo depois de meses da sua publicação. Eles são considerados uma ótima estratégia para continuar atraindo visitantes, sem ter que fazer tanto esforço ou produzir novos artigos com muita frequência.

A ideia é desenvolver uma publicação que seja relevante mesmo após a sua divulgação. Por exemplo, a tecnologia não pode ser incluída nessas pautas, pois é um segmento que muda a todo instante. Alguns modelos desses materiais são tutoriais de uso sobre produtos já lançados, mitos, dicas, indicações ou guias.

Como analisar o tráfego do site?

Depois de ensinarmos as principais estratégias para atrair os usuários até o seu endereço da web, vamos mostrar como descobrir se essas ações estão gerando os resultados desejados. Não tem outro jeito: é preciso acompanhar as métricas.

Analisar as métricas e estudar quais ações promovem mais acessos em uma página é uma das principais formas de compreender o comportamento do seu público-alvo. Por meio desse acompanhamento, as empresas conseguem entender quais conteúdos mais agradam aos usuários e o que é preciso otimizar para gerar novos acessos.

Uma das principais plataformas disponíveis para realizar a análise das métricas é o Google Analytics. Essa ferramenta é essencial para as estratégias de marketing para PMEs, uma vez que é possível monitorar e elaborar um relatório completo sobre sites, blogs e aplicativos.

O recurso do Google permite que as empresas:

  • monitorem o comportamento dos usuários;
  • compreendam qual é o percurso do visitante no site;
  • registrem o tempo médio de uma visita;
  • vejam qual foi o canal utilizado pela público para chegar até o seu endereço.

Fora todas essas vantagens, ainda tem o fato de que a ferramenta é gratuita e está disponível para qualquer usuário que tenha uma conta do Google. Após a realização do cadastro, basta seguir o passo a passo e inserir um código de acompanhamento que precisa ser implementado nas páginas que vão ser analisadas pelo Analytics.

Benefícios de acompanhar as métricas

Uma empresa consegue conquistar uma vantagem competitiva quando compreende como a sua audiência se comporta durante uma visita em seu site. Os dados são essenciais para alcançar os resultados desejados com o marketing digital.

Selecionamos alguns dos principais benefícios de acompanhar as métricas. Veja!

Conhecer melhor o público-alvo

Compreender esses insights proporciona uma visão mais completa sobre os consumidores da sua empresa. Uma vez que você conhece bem as necessidades deles, torna-se mais fácil criar novos conteúdos.

Entender o que mais agrada aos usuários

É essencial saber quais são os modelos de publicações mais eficientes para os visitantes. Com isso, as marcas conseguem delimitar novas perspectivas de conteúdo, focando em textos para cativar o público-alvo.

Preparar ações mais eficientes

Com o conhecimento sobre o público-alvo e os materiais que agradam aos usuários, as marcas conseguem produzir campanhas e estratégias otimizadas, agilizadas e eficazes para gerar resultados ainda melhores.

Ter controle sobre investimentos

Ao monitorar os seus acessos e trabalhar para alcançar os seus objetivos, a empresa passa a ter um controle mais efetivo sobre os investimentos. As métricas ajudam a direcionar as suas aplicações para a geração de tráfego.

Métricas para acompanhar o tráfego de um site

Dá para extrair informações valiosas de um reporte dados no Google Analytics. A seguir, separamos esses principais elementos para que você saiba compreender esses informes ao elaborar um relatório de acessos.

Número de visitas e de visitantes

O total de visitas que aparece nos relatórios do Analytics representa o número de acessos ao seu site durante o período analisado. Apresenta a quantidade de exibições do material para alguém.

O número de visitantes mostra a quantidade de pessoas que acessaram o endereço da web. É muito importante que a pessoa responsável por acompanhar as métricas saiba que é contado apenas um acesso por usuário. Essa métrica possibilita visualizar se as pessoas voltam a acessar as publicações do site com frequência.

Taxas de saída e de rejeição

Todas as marcas precisam acompanhar os seus números de rejeição e de saída para compreenderem os fatores que fazem um usuário sair de suas páginas sem efetuar a ação estipulada no CTA (Call To Action).

Na taxa de rejeição, a empresa visualiza o percentual de pessoas que clicaram em algum link da sua página, mas que não continuaram a sua visita no site. Enquanto que o índice de saída representa o número de visitantes que fecharam a janela do endereço da web.

Ambas as métricas são prejudiciais para o desempenho de uma marca no meio digital. Um dos principais objetivos de uma empresa precisa ser reduzir esses números. Isso pode acontecer por meio de novas estratégias ou da otimização de ações já realizadas, mas que precisam ser melhoradas.

Ordem de tráfego

A informação sobre qual é a origem do visitante dentro de um site é essencial para uma empresa compreender quais são os canais que estão direcionando os usuários até o seu endereço da web.

O Google Analytics mostra essa informação em “Origem do Tráfego”, e esses dados são divididos da seguinte maneira:

  • Tráfego direto — visitante que chega até o site após digitar o endereço da web no navegador;
  • Links/referral — usuários que clicaram em hiperlinks ou anúncios em sites terceiros;
  • Busca orgânica — esse dado revela quantas pessoas chegaram até o endereço por meio de uma pesquisa de termo ou palavra-chave em mecanismos como o Google.

Em casos de campanhas ativas no Analytics, aquelas em que as marcas investem para aparecer em destaque durante uma busca do usuário, esses resultados de acessos aparecem como ”Campanhas (CPC)”.

As empresas que trabalham com estratégias de SEO para gerar acessos em seus sites devem sempre acompanhar os dados da busca orgânica. Afinal, é por meio dessa métrica que é possível medir se os resultados estão saindo como o esperado.

Saber como gerar tráfego para site é primordial para garantir que os investimentos em campanhas e em marketing de conteúdo na página estão rendendo os resultados desejados. Em um mercado repleto de concorrentes disputando a atenção do público-alvo, trabalhar para construir uma presença forte e significativa na internet virou uma necessidade. Portanto, mexa-se!

Gostou de aprender sobre a geração de tráfego para sites? Então, compartilhe este guia completo em suas redes sociais e ajude os seus amigos a ficarem por dentro do assunto também.