Marketing para startups: saiba como planejar as estratégias para o segundo semestre de 2020

25 de maio de 2020
PUBLICADO EM blog
25 de maio de 2020 Marcelo Rama

O que você pretende fazer para desenvolver ações online mais eficazes nesse ano que se inicia? Não existe um caminho melhor para alcançar o sucesso do que investir em marketing para startups, concorda?

Afinal, se a sua preocupação é reter e conquistar novos clientes, imagine que os concorrentes também devem sentir o mesmo e estão trabalhando para isso. Nesse cenário, quem tem um plano definido consegue conquistar seguidores fiéis.

Neste artigo, apresentaremos a importância de ter um plano de marketing e dicas para o seu negócio disparar e crescer na direção certa. Continue a leitura.

Entenda a importância de um plano de marketing para startups

O plano de marketing permite avaliar oportunidades e recursos de marketing, determinar objetivos e desenvolver um conjunto de ações que podem ser aperfeiçoadas em tempo hábil. Ele descreve a estratégia de uma startup para criar, satisfazer e manter clientes.

Além disso, fornece programação e orçamento detalhados das etapas necessárias para conquistar resultados satisfatórios dentro de um período determinado. Os benefícios são muitos: comunicação eficiente, consistência na abordagem, alocação inteligente de recursos etc.

Confira dicas para elaborar um bom plano de marketing

Reúna a sua equipe e anote tudo para não esquecer.

Defina objetivos claros

Assim como é praticamente impossível embarcar em uma viagem sem saber qual é o destino final, não dá para começar uma estratégia de marketing sem objetivo principal. Para isso, nada melhor que fazer alguns questionamentos.

Você se relaciona com os clientes em potencial nas mídias sociais? Como deseja aumentar o número de seguidores no perfil da sua startup? Como pensa em gerar tráfego para o site? Quais objetivos deseja alcançar? Em quanto tempo: meses ou anos? Use essas e outras perguntas como referência para definir seu propósito.

Determine o público-alvo

Não importa quão grande é o plano de marketing, produto ou serviço que a sua empresa ofereça: os clientes são fundamentais para o sucesso da startup. Mas quem são esses clientes?

Traçar o perfil deles é importante para entender quais são suas necessidades, expectativas, preferências e outros detalhes — sexo, idade, renda, escolaridade etc. Portanto:

  • identifique os dados demográficos básicos de clientes em potencial, como: sexo, idade e local;
  • aprenda a se relacionar com o consumidor analisando sua personalidade e / ou comportamento de compra;
  • estabeleça a mensagem da sua marca após uma pesquisa;
  • com bases em informações reais, crie a persona ideal e converse diretamente com ela.

Essas sugestões ajudam a aprimorar as campanhas e otimiza as conversões.

Encontre os canais adequados

Muitas startups reconhecem a força do marketing de mídia social acessível. No entanto, apenas algumas entendem a importância de usar os canais certos. Cada plataforma recebe diferentes personalidades e público. Essas pessoas se envolvem de diversas formas.

Então, é importante determinar o que funciona melhor para o seu negócio. Além disso, avalie também os resultados obtidos com Facebook, Instagram, LinkedIn e Twitter para entender o que vale a pena e o que não. Por uma quantia mínima de dinheiro, você realiza uma campanha patrocinada e potencializa a entrega da mensagem.

Participe de eventos

Embora a vivência digital seja quase uma regra, os eventos presenciais atendem a um propósito muito importante no mundo dos negócios. Por isso, localize acontecimentos que envolvem o seu setor. Reserve um tempo para conhecer pessoas, trocar ideias, falar dos seus produtos e serviços. É um bom jeito de ampliar a rede de amigos e potenciais clientes.

Invista em e-mail marketing

O e-mail é uma das melhores estratégias para promover produtos e criar um público fiel. Além de tudo, tem entrega rápida, é acessível e econômico. Antes de começar a enviar mensagens, é preciso ter uma lista de contatos.

Existem várias maneiras de criar uma: por meio de um link de cadastro no site, divulgação na newsletter em redes sociais ou outras. Assim, com uma lista robusta, é hora de planejar quais tipos de e-mail você deseja enviar. Alguns exemplos incluem: dicas, artigos, informativos de interesse do cliente, ofertas, vendas especiais, programas de fidelidade etc.

Faça conexões e obtenha referências

Nada melhor que testemunhos de clientes e críticas positivas, não é mesmo? O marketing de referência trata de maneiras de uso dessas conexões cruciais — seja por meio do comprador, amigos, familiares ou interações comerciais, para promover seus produtos e serviços de boca em boca ou no universo online.

Como é que isso funciona? Incentivos como descontos pela apresentação de novos clientes para você funciona, assim como estimular quem já comprou a escrever depoimentos. Se você possui contatos confiáveis, veja se eles podem recomendá-lo aos colegas, clientes e outras empresas.

Produza conteúdo atrativo

Não subestime o poder de um blog adequadamente administrado, com grande visibilidade e tráfego. O envolvimento de conteúdo para startups, independentemente de ser na forma escrita ou vídeo, é uma ótima maneira de tornar a sua marca mais pessoal e ajudar os clientes a se relacionarem com você. Se realmente não tiver tempo para publicar um blog, é relativamente barato terceirizar o trabalho para uma empresa especializada.

Começar no marketing de conteúdo, especialmente se você estiver trabalhando em uma startup, pode parecer assustador. Isso envolve mais do que simplesmente criar postagens, vídeos e infográficos de blog interessantes e estimulantes para impulsionar as vendas, o que já é bastante difícil, mas você também precisa ser um especialista em espalhar a consciência pelo mundo digital.

Além de escrever um copy agradável ou criar imagens visuais de alta qualidade, é preciso integrar o uso de ferramentas de gerenciamento de conteúdo, dados do site e algoritmos de mídia social para aumentar o desempenho do seu conteúdo. Muitos detalhes devem ser trabalhados ​​para a estratégia ser bem-sucedida.

Também requer muito autoexame. Como está sua estratégia de pesquisa de conteúdo? Seu conteúdo atende às expectativas? Você pode analisar as razões pelas quais algo foi um fracasso enquanto outro foi um sucesso? As metas de vendas estão sendo cumpridas? As pessoas capazes de entender os dois lados do marketing de conteúdo — o criativo e o analítico, serão as únicas a aproveitar verdadeiramente a potência da criação de conteúdo.

Meça os resultados e use-os para crescer

Para ver se a estratégia está funcionando, é importante usar KPIs (Key Performance Indicators ou, em português, indicadores de performance) como ferramenta de medição. Algumas das principais são: taxas de conversão, taxas de rejeição, duração de uma visita ao site, CAC (Custo de Aquisição de Clientes) e assim por diante.

Como você viu, é importante investir em marketing para startups, pois não dá para ficar assistindo a concorrência se destacar e ficar de braços cruzados. A elaboração de um plano permite organizar todas as informações que servem de roteiro para campanhas bem-sucedidas. Pense nisso!

Que tal ficar por dentro de outras dicas úteis para o seu negócio? Quer entender melhor sobre planos de marketing para startups? Curta a nossa página no Facebook, siga-nos no Instagram e LinkedIn para não perder nenhuma atualização.

,