1 de agosto de 2016 Marcelo Rama

plugVender é o objetivo de todas as empresas, sejam elas grandes ou pequenas. Então, imagine como seria se você soubesse como funciona o cérebro do seu cliente. Imagine saber que fatores ele leva em consideração para decidir (ou não) por uma compra. Será que você realmente sabe como criar mensagens capazes de gerar essas vendas? Se você acha que sim, podemos lhe responder que há uma maneira de você atingir ainda mais pessoas. Se você respondeu que não, prepare-se para conhecer uma ferramenta muito importante para qualquer negócio: os gatilhos mentais. Hoje iremos explicar Como criar uma conexão pessoal com seu público.

 

O ser humano conta histórias desde que o mundo é mundo. De desenhos em cavernas aos primeiros manuscritos dos povos antigos, o que mudou foi apenas a forma como as transmitimos. Hoje, os registros estão cada vez mais digitais, mas as histórias continuam sendo contadas. Al é racional, mas decisões, muitas vezes, são tomadas com base nas emoções, mesmo que você encontre uma boa razão para ter feito aquela escolha. Qualquer palavra, frase, expressão ou pedaço de um conteúdo que seja capaz de despertar emoções é um gatilho mental.

estrategiaIsso significa que a venda está lidando diretamente com o emocional do seu público, e ter uma estratégia é melhor do que mexer com esse aspecto sem ter a mínima ideia do que pode acontecer.

Existem vários gatilhos mentais, cada um deles para fins específicos, mas vamos abordar apenas aqueles que sempre usamos em nossas campanhas. Confira abaixo alguns exemplos:espaco

Historia

espaco

As pessoas se relacionam com marcas a partir das histórias que essas marcas contam. Se você tem uma marca e uma loja virtual, é bem provável que os outros queiram saber de onde ela surgiu, e por que. Mais do que isso, as pessoas querem conhecer você: prepare-se, então, para contar várias histórias.

O meio utilizado vai depender do seu público e da história que precisa ser contada. Se optar por mais de um canal, lembre-se de que é preciso adaptar a história à linguagem e ao formato de cada um.

O público, por falta de tempo ou até de paciência, tem preferência por vídeos em vez de textos corridos. Se a mensagem em vídeo for rápida e de fácil compreensão, melhor ainda. 

Histórias interessantes tem o poder de envolver as pessoas e captar a atenção das pessoas de uma maneira diferente. Como estratégia de venda, contar história pode ativar alguma área emocional das pessoas e conduzir o espectador a tomar a decisão que você deseja, ou seja, em outras palavras, uma história bem contada pode deixar o ouvinte emocional, e é justamente aí que você deseja que ele esteja para comprar exatamente o que você quer.espaco

FaleespacoUma boa história não é exatamente uma narração do seu perfil do LinkedIn. Quando você conta uma história, deve pensar em coisas que as pessoas não descobririam com uma pesquisa no Google.espaco

objetivo

espacoAs pessoas amam ouvir histórias. Mas ninguém vai ficar mil e uma noites ouvindo você falar do começo do seu negócio. Seja bem objetivo e tenha uma versão da sua história que você possa contar em 5 ou 10 minutos.espaco

vergonha

espacoQuando você começa um negócio, as pessoas vão querer saber o que te inspirou e como você trilhou esse caminho.espaco

Lembre-se de que os gatilhos mentais podem ser aplicados em todo tipo de comunicação. Pode ser um e-mail, um panfleto, um conteúdo no blog ou até um vídeo.

Isso é, sem dúvida, a prova real de que o fato de contar uma boa história e envolver o cliente nesse aspecto emocional pode ser, e é, uma das melhores estratégias de vendas que há. Então, se você deseja alavancar as suas vendas, virar um sucesso e uma referência no mercado online, e transformas os resultados que vem tendo até agora na sua empresa ou marca, essa é uma estratégia de venda extremamente eficaz e simples, basta envolver o seu produto nesse universo.

Quer saber mais sobre essa estratégia ou outras? Contate-nos no telefone (11) 4112-1882/99811-3319 ou por e-mail marcelo@ddwb.com.br, nosso especialista em marketing Digital Marcelo Rama terá o maior prazer em contar a história da DDWB. Aplique essa técnica e conte para nós como foi sua experiência. Marque aqui seus amigos!