WooCommerce ou Magento: qual é a melhor plataforma para o seu e-commerce?

9 de outubro de 2017
PUBLICADO EM blog
9 de outubro de 2017 Marcelo Rama

Você já deve ter ouvido sobre as plataformas que dão suporte ao e-commerce. As mais utilizadas, WooCommerce e Magento, apresentam as ferramentas adequadas para diferentes negócios virtuais, oferecendo todos os recursos para que uma loja online possa funcionar.

Resumidamente, a plataforma de e-commerce permite o gerenciamento por meio de painéis de controle para o gestor cadastrar produtos, controlar pedidos/estoque e gerenciar relatórios.

Mas qual escolher? A resposta vai de acordo com as especificidades de cada plataforma, o nível de conhecimento/suporte de TI etc. Para ajudar, produzimos esse post com as principais características, vantagens e diferenças das plataformas WooCommerce e Magento, saiba mais!

Magento

Trata-se de um sistema de código aberto para criação de lojas virtuais desenvolvido pela Magento Inc (antiga Varien). É uma plataforma open source, baseada na linguagem PHP e MySQL em módulos, distribuída de forma livre tanto no site da empresa quanto na comunidade de desenvolvedores.

Não há limites para as customizações devido ao seu código aberto, o que favorece atualizações e desenvolvimento de recursos para o sistema. Apesar de sua complexidade, muitas das ferramentas podem ser implementadas no e-commerce sem grandes conhecimentos em TI.

Os templates também são um ponto forte da Magento, pois permite que o layout da loja possa ser alterado. Dessa forma, os gestores podem customizá-la de acordo com sua própria identidade visual.

Versões

Atualmente, Magento possui as seguintes versões:

CE — Community Edition

A versão livre, mais conhecida e utilizada pelos desenvolvedores. Apresenta ótimos recursos. Seu suporte é oferecido por comunidades e fóruns em todo o mundo.

Enterprise Edition

É a versão paga, que conta com suporte especializado e recursos mais robustos. Alguns deles são a personalização, promoções e preços específicos (geralmente mais baixos) para cada solução e módulo pago.

Magento Go

Esse é um serviço de aluguel de loja virtual disponibilizado pela Magento Inc. A solução funciona em nuvem, mas não aceita novos usuários.

Magento U

Não é considerada uma versão, mas sim um programa de treinamento disponibilizado pela equipe Magento. Nela são disponibilizadas workshops, tutoriais e demais conteúdos para instalar e configurar o sistema.

Vantagens

  • Alto poder de customização;
  • oferece recursos que facilitam a gestão do portfólio de produtos, estoque e frete;
  • emissão de relatórios que auxilia a tomada de decisões e a administração do negócio;
  • oferece ferramentas para auxiliar o marketing digital, em especial o SEO (Search Engine Optimization);
  • permite a integração com mais de 50 gateways de pagamento;
  • pode cadastrar mais de 500 mil produtos;
  • tem capacidade de lidar com uma carga de até 80 mil pedidos/hora;
  • a comunidade de desenvolvedores cria novos recursos constantemente.

Desvantagens

  • Exige servidores robustos, pois trabalha com inúmeras requisições ao banco de dados;
  • configuração e personalização mais complexas;
  • exige maior tempo de implantação;
  • extensões e módulos somente podem ser instalados por desenvolvedores com conhecimento prévio.

WooCommerce

O WooCommerce é um plugin gratuito, desenvolvido pela plataforma de blogs e sites WordPress. Com ele é possível criar uma loja virtual de forma intuitiva, uma vez que dispõe de um painel de controle que facilita toda a gestão. Basta baixar o plugin, ativá-lo, escolher o template, começar a cadastrar os produtos e vender.

A flexibilidade é quase infinita, bem como as centenas de extensões (gratuitas e pagas) que permitem adicionar formas de pagamento, fazer o cálculo do frete em tempo real, integrar produtos com os principais marketplaces, entre outras possibilidades.

As extensões premium possuem ferramentas como agendamento, cobranças de assinaturas mensais recorrentes, oferecem descontos aos membros da newsletter entre outras. Tudo isso para aumentar as opções de customização e tornar o negócio mais competitivo.

Estima-se que 30% de todas as lojas do comércio virtual no mundo utilizam o plugin e atualmente existem mais de 3 milhões de instalações ativas. Isso graças à facilidade de realizar a gestão de um negócio virtual, vender e interagir com o consumidor.

Vantagens

  • Disponibiliza uma interface eficiente, intuitiva com facilidade de uso;
  • qualquer um com conhecimentos básicos nas redes sociais ou postagem em blogs pode instalar e configurar com rapidez;
  • possui uma comunidade com mais de 350 mil desenvolvedores trocando informações diariamente;
  • permite que o e-commerce ofereça aos seus clientes um painel para acompanhar o andamento dos pedidos;
  • permite a integração com mais de 140 intermediadores de pagamento;
  • integra-se facilmente com outros plugins para WordPress;
  • não precisa de um servidor de hospedagem complexo;
  • não apresenta limites de produtos, número de visitas ou de vendas;
  • não cobra por licença ou assinatura;
  • roda em servidores PHP e MySQL.

Desvantagens

  • Pode haver limitações por não ser uma plataforma cujo foco não é o e-commerce;
  • a base de dados de plugin pode ser insuficiente;
  • as atualizações podem gerar algum dano nas páginas da loja;
  • muitas extensões para o sistema são consideradas caras.

Semelhanças entre Magento e WooCommerce

As duas plataformas oferecem produtos de código aberto, o qual o gestor pode editar e customizar o layout e as ferramentas disponibilizadas da forma que quiser. Ambas usam templates para projetar e personalizar a aparência do seu site.

Tanto WooCommerce quanto Magento oferecem um modelo de negócio “freemium” com assinatura gratuita e funcionalidades adicionais pagas. Para ajudar na comunicação, as duas plataformas permitem que a loja virtual possua um blog para criar conteúdo.

Diferenças

A principal delas é a hospedagem. Enquanto Magento exige um servidor, já que precisa de suporte para armazenar dados, o WooCommerce roda diretamente no WordPress, não havendo a necessidade de alocar sua base em outro local.

Quem não entende de programação, precisará inevitavelmente de auxílio para desenvolver a loja Magento, enquanto o WooCommerce é mais simples, tanto na instalação quanto na implementação de plugins.

Na busca pela opção mais assertiva para a estruturação do empreendimento, nada impede de iniciar com uma plataforma mais simples, contudo completa e, em uma outra oportunidade, migrar para uma mais complexa.

Optar por WooCommerce ou Magento vai depender do grau de conhecimento a respeito da plataforma, necessidades e o propósito. Não basta escolher por seu visual atraente ou notoriedade. Primeiro defina o que você precisa e quais são suas ambições, para então definir qual sistema vai se encaixar ao seu perfil. E lembre-se: é possível obter o auxílio de uma agência especializada tanto no processo de implementação do plugin como em outras estratégias de marketing digital.

Gostou do post de hoje? Então deixe suas opiniões abaixo nos comentários!