Conheça as tendências e novos modelos de gestão

2 de março de 2020
PUBLICADO EM blog
2 de março de 2020 Marcelo Rama

Uma gestão de excelência é a base de um negócio que traz resultados positivos. Se antes, a tarefa dos gestores já era desafiadora por serem os responsáveis em deixarem as áreas da empresa em sintonia, como o marketing e vendas, hoje, ela tornou-se ainda mais intrigante pelos novos modelos de gestão e organizações econômicas que ganharam o mercado.

Com a transformação digital, as empresas mais bem-sucedidas do mercado entenderam que precisam transformar sua cultura e seus modelos de negócio para se beneficiar das inovações. Além de repensar seus produtos, produções e o consumo, elas precisam considerar também os novos modelos como freemium, on demand, marketplaces e ecossistemas trazem novos horizontes para seus gestores.

Entenda, a seguir, quais são os processos de gestão que ganharam o mercado, as tendências para o setor e como incorporá-los ao seu negócio.

Quais são os novos modelos de gestão do mercado?

Há alguns anos, as empresas organizavam-se em uma lógica industrial, focada somente na produção. Hoje, o cliente ganhou mais voz nos processos e os gestores aos poucos estão entendendo que manter seus colaboradores satisfeitos traz melhores resultados para todos.

Essas mudanças não foram provocadas somente pelas inovações tecnológicas, mas também pela maior valorização da capacitação e da sustentabilidade. Confira, a seguir, os novos modelos que ganham destaque nesse cenário!

Gestão democrática

Nessa modalidade, os colaboradores têm mais voz para contribuir com as tomadas de decisão. Eles se reúnem para conhecer as questões em pauta, entender as correlações e tomar decisões em conjunto, o que exige muita transparência por parte dos gestores. É um dos modelos com maior potencial de engajamento porque requer que as equipes tenham uma participação intensa. Contudo, isso também precisa de certos cuidados.

Caso não haja consenso entre opiniões divergentes, esse tipo de gestão pode gerar grandes atritos dentro da equipe. Por isso, é necessário que os gestores e líderes estejam preparados para lidar com os colaboradores, alinhando pontos de vistas e promovendo o debate sadio de ideias — habilidades de comunicação essenciais.

Gestão do desenvolvimento humano

Aqui, o foco principal é a evolução individual e pessoal de cada colaborador, o que exige colocarmos de lado processos impessoais. Os gestores tornam-se responsáveis por oferecer os subsídios necessários para o desenvolvimento de suas equipes, o que inclui conhecimentos, técnicas e ferramentas para acompanhar o progresso de cada colaborador na organização. Palestras, cursos, participação em feiras e workshops são excelentes recursos.

Gestão tecnológica

Entre os modelos contemporâneos, este é um dos que mais se destacam. Ele prioriza a alta performance durante os processos e a garantia de transparência para que as empresas alcancem resultados mais assertivos.

Gestão de empoderamento

Focada em valores como autonomia, liderança, poder e motivação, esse modelo adota uma série de metodologias para obter soluções rápidas. Por isso, não há fórmulas: cada projeto requer atenção a determinados detalhes e critérios.

Gestão por cadeia de valor

Essa modalidade exige muita pesquisa de mercado para que a empresa efetivamente entenda quais são as necessidades de seus clientes. Afinal, muitos problemas organizacionais, incluindo os financeiros, ocorrem por dificuldades na escuta.

Por isso, empresas focadas na cadeia de valor possuem profissionais que se especializam em entender e construir uma estratégia com base nas expectativas do cliente.

Gestão colaborativa

Trata-se de uma liderança aberta, mais voltada ao compartilhamento em detrimento da imposição. Ela se estrutura em uma forma menos hierárquica e valoriza times mais integrados, onde todos tenham liberdade para dar feedbacks.

Gestão remota

Com o cloud computing e os ERPs, as empresas sentem cada vez menos necessidade de um espaço físico para operar. Nesse modelo, os colaboradores podem trabalhar de maneira remota, o que requer um uso inteligente da tecnologia para que todos possam se comunicar, produzir e colaborar de maneira efetiva.

Quais são as novas tendências?

Considerar novas tecnologias e mudanças de comportamento não só aprimora a sua entrega ao cliente como também ajuda a reter talentos. Entenda quais são as tendências que podem transformar seus negócios.

Análise preditiva

Por meio do Big Data, a análise preditiva busca avaliar padrões e aprimorar a tomada de decisões. Com dados e métricas, os gestores têm mais informações para conduzir os processos de maneira assertiva.

Experiência humana

Ao gerenciar suas equipes, os líderes passam a considerar a experiência humana — focada na manutenção e no bem-estar das pessoas. Com isso, a empresa ganha mais em produtividade, engajamento, nível geral de satisfação e retém seus talentos.

Mobilidade

Graças ao armazenamento em nuvem e ao Big Data, não é necessário que haja mais grandes estruturas físicas para a realização do trabalho. Por meio de videoconferências e softwares de gestão, os gestores podem cuidar de processos complexos a qualquer hora e de qualquer lugar.

Isso cria também novos modelos de trabalho como o home office, por exemplo. Um estudo de Harvard, divulgado pela Época Negócios, apontou que a produtividade dos funcionários que trabalham de casa aumentou 4,4%.

Automação de processos

Agora atividades repetitivas são delegadas à inteligência artificial, buscando desburocratizar rotinas. Com isso, os colaboradores passam a cuidar de tarefas mais estratégicas.

Responsabilidade socioambiental

Tão importante quanto agregar soluções tecnológicas é tornar o seu negócio mais sustentável. O consumidor está de olho na postura das empresas quanto às pautas ambientais: uma pesquisa da Opinion Box apontou que 55% dos consumidores dão preferência a empresas reconhecidas por cuidar do meio ambiente.

Já um estudo da Union + Webster, divulgado em um portal especializado, apontou uma taxa ainda maior: 87% da população brasileira prefere adquirir produtos e serviços de empresas sustentáveis, sendo que 70% dos entrevistados declararam que não se importam em pagar um pouco mais por isso.

Hierarquias repensadas

Se antes os gestores estavam acostumados a delegar funções e não participar dos processos efetivamente, hoje, eles precisam participar de todos. Isso significa que assistentes podem trazer ideias que somem às atividades dos supervisores.

Estruturas de hierarquia rígidas podem engessar a relação entre gestores e colaboradores, causando insatisfação e menor rendimento. Para conduzir processos que contestem hierarquias, contudo, é preciso que haja abertura para o diálogo.

Como aprimorar processos de gestão e acompanhar as tendências de mercado?

O mercado está em constantes transformações, exigindo que as empresas abram-se a processos de aprimoramento contínuo. Afinal, as mudanças trazem incertezas com variáveis novas, ainda não estudadas profundamente por especialistas.

Um olhar interdisciplinar, capaz de incluir perspectivas coletivas sobre os problemas a serem solucionados, não só é um diferencial competitivo como um recurso primordial para manter a relevância de seu negócio em um cenário tão instável.

Como você pode perceber, são diversos os novos modelos de gestão que surgem no contexto contemporâneo. Não existe o modelo ideal, mas aquele que seja mais conveniente e que funcione para a empresa em um determinado momento. Para entender quais processos precisam ser aprimorados por seus gestores, conte com parcerias especializadas.

A DDWB atua com ações de inbound marketing e mídia de performance para aprimorar seus resultados, planejando ações que envolvem criação de sites e blogs, estratégias de mídia paga, native ads, redes sociais e muito mais. Entre já em contato e entenda como podemos ajudar a impulsionar seus negócios!

,