Design thinking: entenda o que é e como aplicar na empresa!

14 de junho de 2021
PUBLICADO EM blog
14 de junho de 2021 Marcelo Rama

Sustentabilidade e design para melhorar a experiência com o usuário de forma consciente e responsável? O design thinking é uma tendência que vem ganhando uma força cada vez maior no meio corporativo, e para o marketing isso não seria diferente. Uma estratégia focada em otimizar processos ao mesmo tempo que destaca a empresa vale mesmo ser conhecida e implementada.

Neste artigo, explicamos melhor o método do design thinking, além de apresentar dicas práticas de como inserir essa mentalidade no seu negócio, fazendo com que as experiências sejam mais certeiras, e os resultados, otimizados. Deixe sua comunicação mais eficiente e destaque sua marca. Confira!

Afinal, o que é design thinking e como funciona?

Começamos essa explicação pensando no papel de um designer: facilitar a comunicação. Sim, o principal objetivo do trabalho desse profissional é destacar as informações relevantes e deixar todo o conteúdo mais escaneável, fluído, fácil de entender. O design thinking pensa de forma semelhante, só que em relação ao processo da empresa (ou do marketing) como um todo.

Atualmente, não é mais possível contar com estruturas segmentadas dentro de uma organização: os times devem ser vistos como partes de um todo, e o design thinking trabalha não apenas para isso, mas também para fazer com que cada setor solucione problemas e seja capaz de otimizar a experiência do cliente. Para que isso aconteça, alguns pontos devem ser levados em consideração:

  • experiência do usuário — estratégias como UX experience e UX writing são fundamentais para ajudar o prospect e o cliente a terem o melhor contato possível com a sua empresa. Para o design thinking, esse ponto é fundamental, pois cria relações mais verdadeiras e agradáveis;
  • satisfação do cliente — aqui o objetivo não é apenas a fidelização, o design thinking tem esse princípio como um dos principais focos;
  • melhoria contínua — o design thinking é um processo vivo, então a própria experiência do usuário serve como fonte de análise para melhorar os processos e outras estratégias nos contatos com o público final;
  • inovação e diferencial — com o design thinking, é fundamental pensar em inovação (não apenas no quesito tecnologia) para destacar a marca e criar ações surpreendentes para o público.

Como aplicar na empresa?

Agora que você já conheceu mais sobre a estratégia, veja de que maneira implementar o design thinking na sua empresa. Entenda os principais pontos que devem ser observados para não criar lacunas que prejudicam suas ações e tenha êxito na sua estratégia ao mesmo tempo que garante o sucesso do cliente!

Conheça seu público

Antes de começar a executar ideias inovadoras e que provavelmente surpreenderão toda a sua audiência, é importante entender o que seu público quer e o que espera da sua marca. Isso não significa que você precisa seguir à risca o que outras marcas fazem, mas que uma análise inicial é fundamental para melhorar a experiência do usuário.

Faça pesquisas, use enquetes para coletar feedbacks e descubra mais sobre quais são as expectativas, as preferências e os problemas que seu público pretende resolver. Em uma analogia, imagine a cena de uma pessoa que ajuda uma senhora a atravessar a rua sem perguntar se era disso que ela precisava. Às vezes, as soluções são excelentes, mas elas também precisam ser coerentes com o que a audiência espera.

Foque as inovações

Agora é hora de usar a criatividade. Assim como no design surgem as soluções mais variadas para chamar a atenção do público e estimular ações específicas, o design thinking também vai olhar para o desenho dos processos da sua empresa e encontrar as saídas mais eficientes. Entretanto, é importante destacar que a ideia de inovação aqui não se limita a novas tecnologias.

Imagine que seu cliente tem o hábito de fazer pesquisas on-line, mas precisa de contatos telefônicos para tirar dúvidas e fechar a compra. Então, uma solução muito importante seria a implementação de um esquema de marketing multicanal, ampliando a presença da sua marca e melhorando a experiência do consumidor.

Para pensar em inovações, primeiramente enumere quais são os principais problemas da sua empresa. Em seguida, faça um brainstorm (em livre tradução, é chuva de ideias). O objetivo é que todos participem, contribuindo com sugestões sobre como resolver a situação-problema. Nesse momento, não deve haver censuras. Por mais absurda que pareça a solução, ela deve ser recebida.

Teste suas ideias

Depois do brainstorm, é hora de selecionar quais opções fazem mais sentido para otimizar a experiência do usuário e garantir o sucesso dele. O próximo passo é colocar a ideia em prática. Nessa etapa, é importante contar com a equipe interna.

Faça um treinamento ou crie um esquema para que fique claro para todos da empresa qual será a nova abordagem. Se a ideia de distribuir brindes para os clientes é ajudar na criação de advogados da marca, por exemplo, essa entrega será bem diferente do que uma ação focada em gerar recompras.

Lembre-se da experiência do consumidor

De nada valerá o design thinking se o usuário não for colocado no centro da estratégia. Às vezes, as empresas focam tanto a marca e seus produtos que deixam a audiência, seus anseios e expectativas em segundo plano. Por isso, antes de implementar ações para o design thinking, pergunte-se o quanto essa inovação contribui ou dificulta a vida do seu público.

Design thinking e inovação: quais são as vantagens?

Um dos principais benefícios de adotar o design thinking no seu negócio é descobrir as melhores ações para deixar a jornada do cliente e o pós-venda agradáveis. Ao agir de maneira inovadora e focada no sucesso do cliente, sua marca se alinha com a audiência e garante a melhor experiência para o usuário.

Gostou de saber mais sobre o design thinking e ver que essa metodologia é realmente um grande diferencial em tempos nos quais os clientes estão cada vez mais conscientes do processo de compras e exigentes quanto ao relacionamento que desenvolvem com as marcas? Desse modo, você cria soluções inovadoras e eficientes para se destacar no mercado.

Para conferir mais conteúdos de altíssima qualidade como este, siga a DDWB no Facebook, no Instagram e no LinkedIn!