Lifelong learning: o que é e como colocar em prática? Entenda aqui

9 de novembro de 2020
PUBLICADO EM blog
9 de novembro de 2020 Marcelo Rama

Antigamente, o processo de formação era bem linear. As pessoas seguiam uma ordem específica, indo até a faculdade. Alguns chegavam a cursar mestrado, doutorado, ou PHD. Hoje, por mais que você faça esse caminho, ainda não é o suficiente. O lifelong learning representa as necessidades do mercado e a rapidez das mudanças do mundo atual.

Mas, o que esse termo significa e como adotá-lo? Neste post, vamos explicar melhor o assunto, e, de quebra, dar diversas sugestões para que você consiga aproveitar a quarentena para se tornar um profissional ainda melhor. Acompanhe o post até o final!

O que é lifelong learning?

O termo pode ser entendido como “eterno aprendiz”, e significa que, por mais que você tenha alcançado o mais alto patamar na educação formal, é necessário manter-se atento e em constante estudo.

Essa manutenção não precisa ser feita obrigatoriamente em uma instituição acadêmica ou por meio da educação formal. O vasto acesso às informações que podemos experimentar com a internet proporciona diversas maneiras de aprimorar esse conhecimento, com qualidade e, às vezes, até gratuitamente.

O intuito principal do lifelong learning é promover o autodesenvolvimento de maneira proativa e voluntária, por meio do contato constante com experiências novas de aprendizagem.

Qual a importância do lifelong learning para os profissionais de marketing?

O lifelong learning deve ser absorvido e praticado por profissionais de todos os setores, a fim de manter uma atualização constante e abrir a mente para novos assuntos que podem ser relacionados em situações criativas e na solução de problemas.

Quem trabalha com marketing tem uma necessidade ainda maior de manter o aprendizado constante. Afinal, trata-se de uma área em constante atualização. No marketing digital, essa necessidade é maior ainda. São inúmeras mudanças no funcionamento das redes sociais, além do surgimento de novas opções e maneiras de se comunicar, que fazem com que um profissional da área fique antenado a tudo o que acontece.

Como aproveitar o período da quarentena para aprender ainda mais?

A necessidade de isolamento para combater a pandemia do Coronavírus trouxe uma situação inédita para muita gente. Fomos obrigados a ficar em casa, sem saber muito bem o que fazer e como agir.

Embora a reabertura traga, aos poucos, o funcionamento de alguns estabelecimentos, ainda é prudente evitar o contato físico e a concentração de pessoas. Esse período traz a chance de renovar os conhecimentos, sendo que muitas instituições liberaram cursos gratuitos e cupons de desconto para incentivar o aprendizado.

Separamos algumas sugestões para que você possa praticar o lifelong learning durante e depois da quarentena.

Fazer cursos online

Encontramos diversos cursos online, tanto de instituições renomadas de ensino, como de profissionais experientes e de escolas especializadas em marketing. A boa notícia é que há cursos para todos os bolsos e gostos. A Udemy é conhecida por disponibilizar videoaulas para diversos setores de atuação por preços bem acessíveis, mas também há alternativas mais elaboradas (e caras).

Faça uma pesquisa pelos temas que despertam o seu interesse, ou busque por especialistas renomados no que você quer aprender. Certamente você encontrará boas opções para aprender um pouco mais durante esse período.

Investir no desenvolvimento de habilidades

O autodesenvolvimento pode ser não só no âmbito profissional, mas também no pessoal. O desenvolvimento de habilidades pode ser impulsionado com a ajuda de livros e materiais. Aspectos como o autoconhecimento, inteligência emocional e capacidade de persuasão, por exemplo, podem ser estimulados.

Vamos falar um pouco também sobre as habilidades técnicas? Você pode começar a colocar em prática aquele conhecimento que ainda não pode ser desenvolvido por falta de oportunidade ou de tempo. 

Lembra aquela estratégia de marketing nova? Que tal testá-la? Ou então treinar pintura, costura, ou qualquer outro talento artístico? Um novo hobby pode não impactar diretamente no seu trabalho, mas vai ajudar a estimular a criatividade e a diminuir o estresse.

Testar novas ferramentas

Que tal aproveitar esse tempinho para testar aquela nova ferramenta de automação de posts ou um software que ajuda no funil de vendas? O uso de boas tecnologias é importante para a eficiência e qualidade do trabalho.

Com novidades surgindo no mercado o tempo todo, vale a pena usar as versões ou períodos de teste para experimentar novos programas e, quem sabe, encontrar algum que atenda melhor às suas necessidades.

Acompanhar canais e blogs de marketing

Por ser uma área dinâmica e em constante evolução, o marketing é um dos setores que mais exigem o lifelong learning. Essa característica também provoca um atraso entre as práticas de mercado e o que é levado para instituições de ensino. Em outras palavras, basear-se apenas nas escolas formais pode deixar você desatualizado.

Elimine o problema acompanhando canais no YouTube e blogs sobre o assunto. Especialistas costumam trazer novas técnicas constantemente, e algumas páginas costumam publicar artigos sobre novas práticas e mudanças recentes, como as páginas da Hubspot e do Neil Patel.

Leia bons livros

Livros digitais são uma excelente ferramenta de estudo, ajudam a diminuir o tédio durante a quarentena e a aprimorar seus conhecimentos. Você pode apostar em títulos clássicos sobre marketing, ou até mesmo investir em conhecimentos diversos que influenciarão na qualidade do seu trabalho, como comportamento, administração e vendas.

Se você tiver um leitor digital, melhor ainda! Se é adepto dos livros físicos, faça uma boa pesquisa na internet e selecione alguns títulos para serem entregues na sua casa. Certamente, é um dos melhores investimentos que você vai fazer nesse período.

Converse com outros profissionais

Que tal trocar conhecimentos com outras pessoas, estabelecer um bom networking e aproveitar a oportunidade para ter uma atuação mais completa? O marketing é composto por diferentes aspectos e nada impede que, se você entende tudo de design, converse com alguém muito bom em branding, por exemplo.

O LinkedIn é um ótimo espaço para propor essas trocas e estabelecer diálogos. Alguns grupos de Facebook também reúnem profissionais e propõem o compartilhamento de conhecimentos e até a oportunidade de parcerias.

Praticar o lifelong learning depende da sua disposição, curiosidade e vontade de aprender coisas novas. Essa postura não só transformará você em um profissional mais completo, como ajuda a manter a sua competitividade em um mercado de mudanças em ritmo acelerado.

E você, como tem estudado? Recomenda algum conteúdo, livro, podcast ou curso interessante? Deixe nos comentários!