Veja 5 dicas de como melhorar a otimização da taxa de conversão!

21 de junho de 2021
PUBLICADO EM blog
21 de junho de 2021 Marcelo Rama

Ter uma plataforma atrativa, que recebe muitos visitantes no site e tem alto alcance nas redes sociais é indispensável para que uma marca aumente sua visibilidade. Porém, caso o seu objetivo seja o mesmo de qualquer outro negócio — obter lucros —, apenas isso não será útil se não houver também a conversão. Portanto, é preciso também pensar na otimização da taxa de conversação.

Esse conceito surge de uma expressão em inglês Conversation Rate Optimization (CRO), que consiste no conjunto de ações para que, além de visitas, um site aumente a taxa de pessoas que realizam uma ação dentro da página, como compra, assinatura, download de e-book etc.

Pensar isso é importante não apenas porque ajuda um negócio a aumentar o volume de vendas, mas porque quem visitar a página uma vez e não se sentir atraído o suficiente para realizar uma ação talvez não ofereça uma segunda chance para fazer isso no futuro.

Diante da relevância da otimização de taxa de conversação, preparamos este post com 5 dicas de como melhorar a CRO das ações de marketing. Acompanhe e saiba mais!

1. Faça pesquisas com o cliente

Conhecer o seu público-alvo é fundamental para entender seus desejos e necessidades, além do que é considerado atrativo ou não. Afinal, essas respostas são específicas para cada persona e não devem ser respondidas com base em achismos e intuição. Nesse sentido, realizar pesquisas com o cliente se apresenta como uma das melhores alternativas.

Por meio delas, você vai conhecer mais o seu cliente antes mesmo de oferecer um site e até realizar testes com um grupo específico e restrito que deve fornecer feedbacks imediatos sobre as funcionalidades, o design e demais itens da plataforma, os quais precisam ser bem avaliados para incentivar o processo de conversão.

Porém, saiba que não são todos os clientes que vão participar. O ideal é selecionar os mais ativos na relação com a marca e, ainda assim, realizar pesquisas curtas e objetivas para que eles não se cansem e participem do processo. Também é válido oferecer presentes ao final da pesquisa, como bônus, descontos etc.

2. Otimize o site para dispositivos móveis

Além de fazer a lição de casa entendendo o que os clientes acham da sua plataforma, já existem algumas informações disponíveis que precisam ser levadas em consideração na hora da otimização da taxa de conversão. Esse é o caso de pensar em sites também para dispositivos móveis.

Isso porque já faz um tempo que os desktops são deixados de lado por muitos para dar lugar aos celulares, o que torna a adaptação dos sites algo indispensável. Não é à toa que tem sido cada vez mais comum a criação de conteúdos de vídeo na vertical, pensando no público que visualiza aquilo pelo celular e que terá uma melhor experiência dessa maneira.

Se você não fizer isso, certamente a concorrência vai, como tem sido cada vez mais comum. Assim, é provável que o visitante deixe sua página na primeira oportunidade e corra para o rival. Duvida? Pesquisas mostram que 40% das pessoas abandonam páginas com carregamento lento, que é comum ocorrer em sites não otimizados.

3. Produza conteúdo de qualidade

Isso inclui a escolha de imagens de qualidade, alinhadas à proposta da marca e pensadas no formato correto. Por exemplo, o Nubank utiliza imagens cleans e sempre com pelo menos algum elemento roxo para fazer referência à identidade visual da marca. A produção de textos deve ser relevante ao interesse do cliente, considerando suas dores e necessidades.

Nesse sentido, é válido e recomendado utilizar técnicas de copywriting para aumentar as chances de conversão em vendas. Para isso, conte com gatilhos mentais, pesquisas e estudos, verbos de ação, escrita pensada no público-alvo e na jornada de vendas do cliente.

Quer dizer, para que o cliente faça a conversão, é necessário que ele chegue à etapa final de amadurecimento da jornada. Muitas vezes, é preciso passar de forma natural e gradativa por um caminho de amadurecimento até que a tomada de decisão ocorra, algo que exige, entre outras ações, persuasão na escrita.

Além disso, outro conteúdo indispensável que deve ser desenvolvido com qualidade é a CTA, ou chamada para ação, que precisa ser suficientemente atrativa para que os clientes sejam convertidos. Desse modo, ser encontrada facilmente e mostrar os benefícios do ato são algumas das maneiras de alcançar essa maior atratividade.

Lembre-se também de que os títulos têm papel significativo na hora de chamar a atenção para um conteúdo, já que resumem a mensagem do texto. Por esse motivo, é preciso que eles sejam bem pensados e construídos.

4. Ofereça experiências personalizadas aos usuários

As pessoas só se sentem atraídas por aquilo que é relevante para elas, o que é favorecido com auxílio da personalização. Desse modo, utilize estrategicamente as ferramentas à sua disposição, como pesquisas de interesse, geolocalização, dados disponibilizados no Google Anaytics sobre seu público-alvo etc. e desenvolva experiências diretamente relacionadas ao interesse deles.

Por exemplo, percebeu que sua persona é jovem e fã de reality shows como o BBB? Produza conteúdos para blog utilizando essa temática mesmo que apenas com memes. Tudo é questão de saber com quem está falando e adaptar a comunicação com base nisso.

5. Conte com um chatbot

Os chatbots são alternativas para se comunicar de forma quase instantânea com os clientes e responder a dúvidas rápidas e genéricas, como horário de funcionamento, serviços oferecidos etc. sem que o cliente espere pela mediação de atendentes humanos.

Apesar do atendimento humanizado ser indispensável, os robôs são muito bem-vindos diante de consumidores cada vez mais apressados e exigentes. É por razões como essas que mais de 80% das interações com o cliente em 2021 devem ocorrer sem a mediação humana.

A otimização da taxa de conversão é um processo constante, já que o comportamento e as necessidades dos clientes se remodelam com o tempo, além dos algoritmos, que tornam um site mais visível nos mecanismos de buscas, por exemplo. Mas é importante investir nessa otimização para ter melhores resultados nas ações de marketing.

Quer continuar aprendendo sobre o assunto? Curta nossa página do Facebook!