Entenda a regra de texto em imagem para anúncio em Facebook

5 de abril de 2021
PUBLICADO EM blog
5 de abril de 2021 Marcelo Rama

Você conhece as regras de texto para imagem de anúncio no Facebook? Sim, elas existem, e não entender o funcionamento pode levar você a quebrar a cabeça pensando em como criar um post patrocinado que seja aprovado, sem precisar de várias tentativas.

A boa notícia é que algumas normas foram mudadas, facilitando a vida de quem trabalha com marketing nas redes sociais. Por outro lado, essas diretrizes ainda podem ser consideradas para que o anúncio tenha um melhor desempenho.

Quer entender mais do assunto? Continue a leitura!

Como funcionava a regra de texto para imagens de anúncio no Facebook?

O Facebook adotava como regra a aprovação de anúncios com até 20% de texto em suas imagens. Isso significa que, quando era feita a diagramação de um post patrocinado para essa rede social, o designer tinha que pensar em colocar o que fosse realmente indispensável na foto, sem exceder essa porcentagem.

Caso o limite fosse ultrapassado, o anúncio poderia não ser aprovado, ou ainda ter seu alcance reduzido, o que certamente não é interessante para a empresa.

Vale citar que essa regra era válida apenas para os textos incluídos na própria imagem. Legendas de posts e publicações das páginas não entram na conta.

Por que ela era aplicada?

As redes sociais sempre valorizam a experiência do usuário. Afinal, o tempo de permanência nas páginas e as interações com o conteúdo são pontos importantes para que as pessoas continuem a usar essas plataformas e, consequentemente, sejam alcançadas pelos anúncios.

Observando as interações e respostas do público, o Facebook percebeu que anúncios com textos que ocupavam até 20% das imagens tinham um melhor desempenho. Essa tornou-se, então, uma regra da plataforma, que em alguns casos chegou a bloquear contas de empresas que não obedeceram a esses parâmetros.

Quais são as exceções?

Vale citar que existem algumas exceções para a aplicação dos 20%, como:

  • cartazes de filmes, shows, eventos esportivos e festivais de música;
  • capas de álbuns e livros;
  • imagens de produto;
  • screenshots de jogos e de aplicativos;
  • infográficos;
  • tirinhas e cartoons.

O que mudou?

Os anunciantes do Facebook começaram a receber mensagens da própria plataforma anunciando o fim da restrição aos anúncios compostos por conteúdos com mais de 20% em texto.

Embora não seja mais uma norma do Facebook, o limite de 20% ainda vale como boa prática de publicidade. Dessa maneira, é possível criar anúncios que interessam o público e levam à conversão. Os posts com essa porcentagem de texto sobre as fotos ainda alcançam uma melhor performance.

Por isso, vale utilizar o Facebook Text Overlay, uma ferramenta que calcula a porcentagem de texto em relação à foto. Essa análise ajuda o designer a repensar a arte, de maneira que o alcance e a conversão sejam satisfatórios.

Como reduzir a porcentagem de texto nos anúncios do Facebook?

Se você pensou o anúncio, diagramou, mas não conseguiu encaixar nos 20% e não quer que o desempenho da sua arte seja prejudicado por conta disso, vale a pena aplicar algumas dicas práticas para resolver o problema. São elas:

  • reduza o tamanho da fonte;
  • use menos palavras, sem prejudicar a compreensão do texto;
  • aproveite a caixa de texto acima da imagem para trazer mais informações importantes;
  • evite espalhar o texto na foto.

Como fazer bons anúncios?

Para fazer boas campanhas no Facebook, recomenda-se o uso de alguns recursos capazes de otimizar o anúncio.

Aproveite os templates de imagem

Com templates prontos, é possível aproveitar as diretrizes para criar anúncios dentro das melhores práticas, otimizando tempo.

Lembre-se que o tamanho e a proporção das imagens variam de acordo com o conteúdo utilizado:

  • stories usam o tamanho 9:16;
  • imagens no feed usam 1:1;
  • vídeos no feed têm proporção 4:5.

Por isso, vale conhecer a resolução ideal recomendada antes de começar o trabalho.

Mostre a marca de maneiras criativas

O logotipo é uma forte referência de marca, mas ele ocupa parte do espaço reservado para o texto.

Se o seu anúncio exige um pouco mais de conteúdo, pense em representar a marca de outras maneiras, usando elementos de identidade visual como cor e fonte. Aliás, essa identidade é importante não só para as redes sociais, mas para anúncios impressos e até embalagens.

Outra boa solução é a criação de logotipos alternativos, sem o nome da marca. Esses símbolos ajudam na identificação e não impactam o espaço de 20%.

Crie uma mensagem com foco

Uma boa publicidade deve ser direta e causar impacto. Por isso, além de pensar em uma imagem forte, crie uma boa CTA (Call to Action), que leve o leitor a tomar a atitude que você precisa para a conversão do anúncio.

Pode ser um clique, um acesso ao site ou o preenchimento de um formulário. Porém, é importante que essa ação esteja bem clara para que o leitor entenda exatamente o que deve fazer caso tenha interesse.

Use imagens de alta resolução

Imagens bem definidas e com alta resolução tornam a experiência muito mais agradável e influenciam o sucesso da sua campanha.

Pense que você está acompanhando uma empresa e vê uma foto toda pixelada ou borrada. Certamente a impressão não será positiva, mesmo que o texto esteja ótimo e dentro dos padrões.

Aposte no uso do carrossel

Os anúncios em carrossel ainda são o melhor recurso para o uso de imagens, tendo um ótimo alcance e desempenho.

Como é composto por várias imagens, pode carregar também uma quantidade maior de texto, distribuído de maneira uniforme entre cada foto. Porém, não tente enganar aplicando os 20% apenas na primeira foto. A composição do carrossel é analisada por completo, por isso, use essa porcentagem como parâmetro em todas as imagens.

E agora, ficou mais claro como funcionava a regra de texto em imagem para anúncio no Facebook e o que mudou? Vale citar que as redes sociais mudam suas políticas constantemente. Por isso, é importante manter-se atualizado sobre o assunto, assim como conhecer novas plataformas.

Se você quer aprender mais sobre a criação de campanhas e alcançar melhores resultados, confira o nosso post explicando tudo o que você precisa saber sobre o gerenciador de anúncios do Facebook.