Qual a importância e como fazer a gestão de redes sociais?

14 de setembro de 2020
PUBLICADO EM blog
14 de setembro de 2020 Marcelo Rama

A gestão de redes sociais é a garantia para dar visibilidade a outras estratégias online, fortalecendo a presença digital da sua marca. Nos últimos anos, vários profissionais de marketing têm chamado a atenção para não seguir métricas de vaidade como curtidas e likes. Entretanto, o que nem sempre é divulgado é sobre o impacto positivo que o gerenciamento adequado dessas plataformas digitais pode causar nos resultados das campanhas.

Se você já aposta em estratégias de marketing e sabe da importância de ficar de olho no futuro das redes sociais, então continue o texto para conferir como o gerenciamento das mídias online é fundamental para otimizar suas campanhas. Descubra quais são os principais passos para implementar uma gestão de redes sociais e os principais erros que devem ser evitados. Boa leitura!

O que é a gestão de redes sociais?

Você já pensou na quantidade de redes sociais que fazem um sucesso considerável nos dias de hoje? Instagram, TikTok, YouTube, Facebook, WhatsApp e LinkedIn são algumas das tendências que agradam milhões de usuários. Com tamanha popularidade, as empresas encontraram uma excelente oportunidade: gerar visibilidade online e criar um relacionamento entre a marca e seu público.

Entretanto, diferentemente das campanhas feitas nas mídias offline, as redes sociais apresentam um grande diferencial que é a capacidade de mensurá-las facilmente. Assim, o trabalho de marketing nas redes sociais não se resume apenas ao desenvolvimento criativo. Rapidamente os profissionais perceberam que era possível desenvolver planejamentos estratégicos mais certeiros baseando-se em números.

Surge então a gestão de redes sociais, uma união entre a visão artística da publicidade e a capacidade analítica do marketing. Dessa forma, o trabalho desenvolvido passou a oferecer vários diferenciais para as empresas como:

  • capacidade de desenhar e recortar o perfil do público ideal;
  • previsões mais concretas para otimizar o ROI (retorno sobre investimento) das campanhas pagas e orgânicas;
  • desenvolvimento de estratégias de alto impacto;
  • análises da concorrência e de cases de sucesso para a sugestão de inovações para a atuação da empresa nas redes sociais.

Vale destacar que com o gerenciamento de redes sociais a empresa garante sua presença nas diferentes plataformas. Isso porque além de desenvolver um trabalho para garantir bons resultados de branding, durante a gestão também é desenvolvido um planejamento estratégico coerente.

Esta é uma técnica que demanda vários processos e tende a ter resultados de maior impacto quando realizados em parceria com profissionais. Também é possível fazer grande parte do plano em cima de templates de sucesso. Nesse caso, é importante pesar se o tempo e conhecimentos necessários para implementar a estratégia sozinho realmente vale a dedicação.

Qual a importância da gestão de redes sociais?

As mídias online são fundamentais para quem tem negócios físicos ou na internet. As tendências em redes sociais ajudam a agregar valor à marca e trazem muitos outros benefícios para o negócio. Com o gerenciamento adequado desses canais de comunicação, você consegue:

  • visibilidade — seu cliente potencial, mesmo que seja um negócio B2B provavelmente está presente nas redes sociais. Assim, ele terá acesso à sua empresa nesse ambiente;
  • segmentação — um dos maiores desafios até a chegada digital era justamente conseguir reunir as pessoas que tem o perfil do seu cliente ideal. Com o gerenciamento adequado você consegue fazer um recorte mais preciso de quem é o seu público;
  • KPIs — nas redes sociais é possível encontrar os KPIs (indicadores-chave de performance), assim, você desenvolve campanhas acompanhando as métricas certas;
  • insights — é possível ter acesso a dados e outras informações relevantes para entender o desempenho da sua estratégia e o que precisa ser melhorado. Além disso, você consegue inovar e impulsionar resultados mais rapidamente com ideias que surgem fazendo uma análise da gestão de redes sociais.

Como implementar o gerenciamento de redes sociais na sua empresa?

Para quem deseja começar a gestão de redes sociais no negócio, é fundamental ficar atento a alguns passos. Afinal, grande parte das empresas estão em alguma mídia social, mas será que existe um trabalho focado no sucesso dessa estratégia? Entenda o que você pode fazer para ter resultados diferenciados com suas ações nesse canal de comunicação.

Defina em quais redes sociais sua empresa estará

Você se lembra ou já ouviu falar do Orkut? Essa foi uma das redes sociais mais famosas do início de 2000 e que hoje não existe mais. O surgimento e fracasso das redes sociais acontece de forma muito rápida e acompanha as tendências do mercado e do comportamento do consumidor. Mesmo que você entenda quais são as plataformas mais famosas, é preciso fazer algumas pesquisas para escolher as mídias.

O primeiro ponto é o nicho de mercado. Por exemplo, empresas que têm um perfil mais sério ou conservador tendem a marcar presença em mídias como LinkedIn. Já para as marcas de personalidade mais forte e perfil jovem, novidades como foi o caso do Snapchat, Instagram e hoje o TikTok tendem a ser uma aposta.

Ainda é preciso considerar quem é a sua persona e quais canais ela acessa. Pode ser que você descubra que uma página no Instagram, Facebook e YouTube são o suficiente para garantir visibilidade para sua empresa, mas que a conversão de vendas é pelo WhatsApp. Por isso, além de observar o mercado, é preciso entender como seu público reage e escolher quais serão as redes sociais adequadas para sua empresa.

Tenha objetivos de marketing e metas claras

Da mesma forma que as outras campanhas, é fundamental ter um direcionamento claro para que a gestão de redes sociais faça sentido. Então, estabeleça objetivos de acordo com as necessidades da empresa. Se você já investe em anúncios online, provavelmente já percebeu que existem 3 focos principais nas campanhas de marketing digital.

  1. Topo do funil de vendas — aqui o foco é atrair o cliente certo. Normalmente os objetivos giram em torno de aumentar o alcance das postagens e a lembrança da marca.
  2. Meio do funil — nessa etapa da jornada de vendas a persona já conhece a empresa e é preciso fortalecer o relacionamento com a marca. Assim, é comum apostar em objetivos como captação de novos leads e engajamento.
  3. Fundo do funil — agora a ideia é mesmo vender. Quando o objetivo está aqui, normalmente falamos de conversão.

Desenvolva um calendário editorial

Diferentemente de montar um site, nas redes sociais as atualizações são muito mais relevantes. Por isso, é fundamental criar algo para falar com sua audiência com frequência. Para ajudar nesse processo o ideal é desenvolver um calendário editorial.

Nele são colocadas informações fundamentais como palavras-chave que serão trabalhadas, quantidades de publicações e responsáveis pela entrega. Além disso, o calendário editorial também aponta qual será a data das postagens, garantindo que a sua empresa apareça para o público com frequência.

Estabeleça métricas relevantes

Um diferencial estratégico que é ignorado por grande parte das pessoas que tentam fazer uma gestão de redes sociais, as métricas são as diretrizes no mapa, no caso, são um GPS com atualização real. Para cada mídia pode oferecer ferramentas próprias para monitoramento como é o caso do Instagram e Facebook Analytics.

Além disso, existem algumas soluções que integram várias métricas em um único dashboard facilitando o acompanhamento de dados relevantes. Nesse caso, normalmente é necessário fazer uma sincronização, que é uma espécie de autorização do uso de informações da sua página para a ferramenta.

Quais as melhores práticas de gestão de redes sociais?

Além do planejamento adequado, existem outros fatores que contribuem para um bom gerenciamento das redes sociais. Podem parecer detalhes simples, mas são as práticas que fortalecem o posicionamento da marca e impulsionam a performance do seu negócio nesse tipo de mídia. Veja algumas técnicas relevantes para aplicar.

Marketing de conteúdo

Muito popular, o marketing de conteúdo é responsável por melhorar a experiência do usuário com a marca. A ideia é garantir que o material oferecido pela empresa realmente entregue valor para seu público. Nas redes sociais, o conteúdo tende a ser o principal formato de postagem. Seja ele informativo ou com caráter de entretenimento.

A principal vantagem de inserir essa prática na gestão das redes sociais é garantir que seus posts não sejam apenas por postar. O marketing de conteúdo gera coerência entre as publicações, reforçando a autoridade da marca e gerando maior visibilidade.

Relacionamento

Uma das principais transformações que foi acelerada com as redes sociais foi a personalização dos negócios. As pessoas desejam falar com pessoas e não marcas. A solução encontrada por muitas empresas foi o desenvolvimento de uma personalidade para seus negócios, como se fossem pessoas.

Algumas delas conseguem fazer isso de maneira marcante, como é o caso de empresas famosas como a Netflix, Spotify e Chocolates Brasil Cacau. Claro que para isso também é preciso desenvolver um manual de identidade, ajudando os atendentes a entender qual posicionamento devem tomar e como se comunicar com o público.

Identidade visual

Uma maneira rápida, eficiente e que trabalha com o inconsciente do consumidor, a identidade visual é fundamental para fortalecer a presença da marca nas redes sociais. Por isso, a gestão de mídias deve prever elementos que vão além do logotipo. Por exemplo:

  • estabelecer o uso de cores;
  • observar quais elementos gráficos e efeitos são usados e o que deve ser evitado;
  • definir quais fontes tipográficas farão parte das artes desenvolvidas para as redes sociais;
  • criar uma identidade triangulando marca, campanhas que estão acontecendo no momento e aspectos para destacar as publicações em cada rede social.

Anúncios

Outra prática fundamental que alavanca os resultados é o uso de anúncios. Para isso, é preciso entender qual é o objetivo da campanha e como fazer para melhorar a performance dos anúncios. Por serem pagos, é mais fácil entender qual é o ROI (retorno sobre investimento) e se o desempenho está melhorando ou não.

Na gestão de redes sociais é preciso fazer um levantamento de qual será a verba usada, os tipos de anúncio e quais as melhores redes sociais para anunciar. Além disso, também é importante fazer um trabalho para conciliar as ações orgânicas (como marketing de conteúdo) com os anúncios para que não fique muito desconexo, como se fossem duas empresas se relacionando com o público.

Quais são os erros de gestão de redes sociais que devem ser evitados?

Além do planejamento e estratégias adequadas para fazer a gestão de redes sociais, também é importante ter atenção para não cometer algumas falhas que atrapalham o trabalho nessas mídias. Por ser um ambiente no qual o cliente ganhou voz, é preciso saber como lidar com as situações que surgirem. Veja como garantir a melhor conduta para sua marca.

Fugir dos comentários e reclamações negativas

Quando uma empresa decide criar sua página nas redes sociais, provavelmente o foco não é atender reclamações em público ou acompanhar o fôlego de haters (pessoas que perseguem a marca para fazer comentários ofensivos). Entretanto, eles estão lá, talvez até mesmo antes de a empresa chegar, e precisam ser ouvidos.

O primeiro passo é separar o joio do trigo. Enquanto algumas reclamações procedem e precisam ser resolvidas, existem aqueles comentários que saem da curva com o uso de xingamentos e calúnias. Para o primeiro caso, é importante a empresa acompanhar e, sempre que possível, convidar a pessoa para tratar a situação no privado.

Já para o caso de tons inapropriados, o ideal é fazer a moderação de acordo com o que for definido pela empresa. O ideal é apagar os comentários, mas existem algumas marcas que usam esse tipo de comentário como estratégia para chamar a atenção dos advogados da marca que entram em defesa da empresa.

Achar que quantidade pode substituir qualidade

Você provavelmente já viu algumas tabelas que estabelecem qual é a frequência ideal para cada rede social. Por exemplo: pelo menos uma postagem no Instagram por dia, de um a dois novos vídeos no YouTube por semana. Entretanto, mais importante que seguir esse tipo de orientação à risca é entregar valor para o público.

Então, antes de fazer a postagem, vale se perguntar se você não está apenas postando por postar. Além disso, pense na persona da empresa e como ela vai perceber a mensagem que você pretende passar.

Não integrar as campanhas com outras ações de comunicação

Apesar de a gestão de redes sociais ser fundamental para melhorar os resultados da empresa, ela não tem o sucesso esperado caso esteja desconectada com as outras campanhas de marketing. Às vezes acontece de um e-commerce fazer uma campanha para aumentar a taxa de conversão, mas nas redes sociais segue com a programação, sem mencionar as ofertas e promoções que estão acontecendo.

Então, além de desenvolver um calendário editorial definindo datas e assuntos, também é importante ter atenção com o que mais está acontecendo na empresa. Além disso, vale a pena ficar de olho em questões polêmicas ou fatos importantes para não gerar uma imagem contraditória. Imagine que uma empresa faça uma campanha convidando as pessoas para sair de casa, durante a pandemia Covid-19 a mensagem ganharia outra interpretação.

Destacar apenas as promoções

Se pensarmos em todo o caminho que o cliente faz até realizar uma compra, vamos perceber que ele vai se interessar pelo produto mesmo só no estágio final, quando já está considerando a compra e quando fecha negócio. Quando a empresa foca apenas em divulgar suas promoções, ele passa a impressão de saber falar apenas de si.

Em vez disso, aposte em conteúdos ricos, que ajudam a persona em relação ao seu problema. Seja educando-a ou mesmo com dicas para que ela possa aplicar. O importante é que as postagens com caráter comercial sejam em menor quantidade que as demais.

Esquecer da CTA

Conseguir chamar a atenção do usuário com tantas distrações e estímulos é um verdadeiro sacrifício. Entretanto, nem sempre a CTA (chamada para ação) da postagem é clara. Às vezes ela nem existe. Isso é um desperdício de energia e deixa o seguidor confuso. Aposte em botões e textos claros e chamativos como saiba mais ou clique aqui.

Não se alinhar com o público

Uma campanha nas redes sociais deve ser esteticamente bonita e muito relevante, mas para quem? Não é uma tarefa fácil, mas é preciso deixar os gostos pessoais de lado e começar a pensar um pouco como o cliente potencial. Algumas campanhas têm tudo para ser um sucesso, mas são desenvolvidas de acordo com o gosto do dono ou gestor da empresa e não atingem o público.

Qual ferramenta utilizar para fazer o gerenciamento das redes sociais?

Para facilitar o trabalho de gestão de redes sociais, é comum usar algumas ferramentas. Algumas delas têm versões gratuitas, outras têm apenas a versão paga. Os valores nem sempre são chamativos para fazer o gerenciamento das redes sociais de apenas uma empresa, pois esse trabalho geralmente é realizado por uma agência de comunicação e marketing.

Mesmo assim, essas ferramentas são muito importantes, ajudando tanto na rotina operacional (como a automação de alguns processos e agendamento de publicações), quanto do ponto de vista estratégico (oferecendo métricas relevantes, além de relatórios e até mesmo insights para tomadas de decisão). Confira algumas delas.

Buffer

O Buffer é uma das ferramentas de gestão de redes sociais mais conhecidas. Com as principais funcionalidades necessárias para o trabalho como o agendamento de postagens, essa ferramenta também se destaca pelo uso de inteligência de dados como a postagem dos conteúdos nos horários de maior performance e análise do que está apresentando melhores resultados.

Hootsuite

Com interface fácil e intuitiva, o Hootsuite também é uma das ferramentas preferidas na hora de fazer a gestão das mídias. Além das funcionalidades para publicação, a plataforma também aposta em um espaço dedicado para a aprendizagem, ensinando seus clientes não apenas a usar a ferramenta como também sobre conceitos e estratégias relacionadas ao gerenciamento de redes sociais.

Postcron

Assim como o Buffer e o Hootsuite, o Postcron oferece uma versão gratuita, mas é na opção paga que o potencial da ferramenta é destravado. Com opções de agendamento de publicações e integração com a maior parte das redes sociais, também é possível usar a estratégia de fazer repostagens usando essa plataforma.

AgoraPulse

Para quem não tem muita familiaridade com o uso de ferramentas de marketing digital o AgoraPulse pode ser uma excelente oportunidade. Por ser brasileira, é possível contar com um suporte que atende em português para ajudar a solucionar dúvidas. Outros diferenciais interessantes são a possibilidade de interagir com o público, respondendo comentários usando a ferramenta e analisar relatórios com métricas relevantes.

Hubspot

Com todas as funcionalidades essenciais para uma ferramenta de gestão de redes sociais, o Hubspot ainda conta com um foco maior nos dados. A plataforma permite uma avaliação da performance da empresa em cada uma das redes sociais, além de apresentar relatórios detalhados apontando o desempenho de postagens cruzando com os objetivos estabelecidos como captação de leads ou conversão.

Por que contar com a ajuda de uma agência para fazer essa gestão?

Você deve ter percebido que o gerenciamento de redes sociais é um trabalho com muitas funções. Acompanhar todos os processos e se manter atualizado quanto às estratégias, ferramentas e mercado são tão importantes quanto conseguir se relacionar com o público e conseguir alcançar os resultados esperados.

Por isso, a ajuda de empresas que já tem a expertise nessa área pode apresentar um melhor custo-benefício. Afinal, são profissionais que se especializam constantemente na área, se mantendo informados sobre o assunto, além de observar tendências para propor soluções inovadoras. Com a ajuda de uma agência, é possível conseguir resultados certeiros, garantindo o retorno esperado para a empresa.

Como escolher uma boa agência para gerenciar as redes sociais?

Para encontrar a opção que atende às expectativas e demandas da empresa, é importante observar alguns pontos como:

  • atendimento — a qualidade do atendimento oferecido pela empresa também está relacionada com a eficiência do suporte que você vai receber, esclarecendo dúvidas e solucionando questões que surgirem;
  • diversidade — conteúdos de valor, design encantador, métricas relevantes e anúncios que convertem. Esses são algumas das funções básicas que precisam ser atendidas por uma gestão de redes sociais, então, uma agência de qualidade precisa atender às várias necessidades quando o assunto é esse tipo de mídia;
  • cases de sucesso — ver a história de outras empresas que contaram com a parceria da agência e conseguiram se destacar também ajuda a descobrir se você conseguirá os resultados esperados.

Por que escolher a DDWB?

Além de termos um time de alta performance, focado em entregar o melhor para nossos clientes, contamos com várias certificações, fazendo parcerias com as principais empresas do marketing digital como Google, RD Station, Hubspot e Rock Content. Não queremos apenas entregar combos pré-montados para nossos clientes. Primeiro entendemos qual é o desafio e então desenhamos o melhor caminho para alcançar objetivos e bater metas.

Neste artigo você viu como a gestão de redes sociais é fundamental para potencializar os resultados da sua empresa com o marketing digital. Para isso, é muito importante entender quem é a persona do seu negócio e direcionar sua comunicação para esse perfil. A parceria com uma agência pode ser o diferencial que traz resultados eficientes e garante um retorno lucrativo para suas ações.

Se você gostou deste artigo, então veja nosso texto sobre gestão de redes sociais e amplie seu conhecimento e amplie seu conhecimento sobre o assunto!