Entenda o que é cashback e como oferecer no e-commerce!

3 de agosto de 2020
PUBLICADO EM blog
3 de agosto de 2020 Marcelo Rama

Você sabe o que é cashback? Muitas empresas que atuam com e-commerce estão começando a investir nesse modelo, e isso pode trazer resultados realmente positivos para o negócio.

No entanto, antes de tomar qualquer decisão, é preciso entender o que realmente é, como ele funciona, quais são seus benefícios e como oferecê-lo para seus clientes.

Pensando nisso, decidimos criar um conteúdo focado neste conceito, para tirar algumas dúvidas e ajudá-lo a enxergar uma estratégia diferenciada para o seu negócio. 

Quer aprender mais sobre o assunto? Continue a leitura.

O que é cashback?

Cashback significa “dinheiro de volta”. Através desse sistema, ao realizar uma compra, o cliente poderá receber um determinado valor “de volta”, em forma de bônus ou como dinheiro depositado em sua conta corrente. Esse valor geralmente varia de acordo com a estratégia da empresa ou com a ferramenta que ela está utilizando para trabalhar com este benefício.

Um exemplo clássico de cashback são os programas de milhas. Nesses programas, o usuário acumula pontos a cada compra que realiza, e esses pontos são usados posteriormente como descontos em compras de passagens aéreas.

No entanto, não se resume apenas aos programas de milhagens: ele pode ser explorado em diversos outros cenários, de acordo com os interesses e objetivos da empresa.

Como funciona?

É possível aplicar o cashback em lojas físicas e virtuais. Em cada uma delas, é necessário ter alguns cuidados para que a estratégia seja bem executada.

Em lojas físicas, é importante que o comerciante tenha uma máquina específica para operar o cashback. Nesse contexto, enquanto o consumidor efetua a compra por cartão de crédito, o crédito conquistado em cada compra é recebido automaticamente na conta que foi cadastrada no sistema. 

Já no e-commerce, ele pode ser aproveitado pelo cliente a partir da adoção dos seguintes passos:

  • realizar o cadastro em alguma plataforma de cashback;
  • escolher, dentro dessa plataforma, quais empresas ele tem interesse em realizar uma compra;
  • efetivar a transação.

Uma vez que a compra foi realizada, o crédito passa a ficar disponível para o cliente. É importante pontuar que, algumas lojas costumam ter um pequeno delay nesse processo, demorando um pouco para realizar a comunicação com a empresa de cashback. Por isso, é interessante que a empresa determine um prazo com o cliente para a liberação do crédito.

Quais são os benefícios do cashback para as empresas?

O cashback pode trazer diversos benefícios para as empresas: fidelização dos clientes, aumento da visibilidade da marca, aumento do número de clientes, redução da frustração dos consumidores e muito mais.

Fidelização dos consumidores

A fidelização dos consumidores é um dos seus maiores benefícios. Ela se dá pela sensação de “privilégio” que o cliente sente ao receber o cashback, fazendo com que a recorrência de compra aumente e a indicação para outras pessoas também.

Com o aumento da concorrência no mercado, cresce também a exigência dos clientes. Por isso, é importante oferecer algumas vantagens aos seus consumidores, e o cashback pode ser uma delas.

Aumento da visibilidade da marca

Uma vez que o cliente está satisfeito, como citamos anteriormente, as chances de indicar a sua empresa para um amigo ou familiar são ainda maiores. Isso estimula o chamado “marketing boca a boca”, que aumentam também a visibilidade da marca.

Criação de um banco de dados

Com a adoção de uma estratégia de cashback, é possível armazenar informações relevantes sobre seus clientes. Essas informações, se usadas estrategicamente, podem ajudar a conquistar resultados muito significativos. 

Dentre os dados fornecidos pelos consumidores durante as compras em cashback, você encontra: nome, endereço, email, produtos e serviços de interesse, e muito mais.

Essas informações podem ajudar a orientar sua atuação no mercado, melhorar a oferta de determinados produtos e, sem dúvidas, se destacar em relação à concorrência.

Redução da frustração dos consumidores

Apesar do programa de milhagens ser um dos exemplos clássicos, ele não é um dos mais atrativos. Isso porque, infelizmente, ele reduz as possibilidades dos clientes, que só poderão trocar seus benefícios por passagens e serviços aéreos.

No caso dos outros modelos de cashback, o consumidor tem a liberdade de escolher entre diversos tipos de produtos e serviços para realizar a troca, o que pode aumentar a sua satisfação e configurar um bom diferencial para a sua empresa.

Aumento do número de novos clientes

Com a oferta de um benefício como esse, é comum que as pessoas se sintam cada vez mais atraídas a realizarem compras na sua loja.

Se você possui um produto de qualidade e oferece cashback, e seu concorrente não o faz, as chances de você “passar na frente” e se tornar a primeira opção no momento da decisão de compra do consumidor é muito maior.

Porém, não se esqueça: com grandes poderes vêm grandes responsabilidades, e é fundamental que a sua estratégia de cashback esteja funcionando da melhor maneira possível para não gerar frustração nos clientes.

Como o cashback pode ser oferecido no e-commerce?

Para oferecer este tipo de benefício e garantir que toda a estratégia esteja em bom funcionamento, é preciso entender o que é mas, principalmente, como estruturar o processo da melhor maneira possível.

Coloque um prazo de validade

Para gerar urgência e estimular ainda mais a compra, é interessante colocar um prazo de validade para a promoção e utilização do cashback. Então, avalie os prazos praticados no mercado antes de fazer uma escolha para a sua empresa.

Pesquise como as plataformas funcionam antes de escolher a sua

Hoje, no Brasil, existem várias ferramentas de cashback que podem ser adotadas. Dentre as opções mais comuns disponíveis no mercado, temos: Méliuz, Mooba, Beblue, Ganhe de Volta, Cashola, In Mais e Poup. 

Pesquise como cada uma destas ferramentas funcionam, identificando aquelas que possuem maior semelhança com seus objetivos e expectativas antes de fazer a sua escolha. 

Calcule a porcentagem do cashback que irá disponibilizar

Também é necessário ter em mente qual é a porcentagem de cashback que você disponibilizará. 

Para tomar uma boa decisão, é importante considerar a sua rentabilidade e, claro, a média que a concorrência tem utilizado nessas plataformas. Lembre-se que é fundamental oferecer algo atrativo para o cliente, mas sem prejudicar os resultados do seu negócio.

Sabendo o que é cashback e como esta estratégia funciona, é hora de avaliar como adequar esse benefício à realidade da sua empresa.

Quer aprender mais sobre o tema e melhorar os resultados do seu negócio? Siga-nos nas redes sociais e acompanhe nossas dicas. Estamos no Instagram, Facebook e LinkedIn.