Aprenda a criar um canal no Youtube para sua clínica médica

30 de novembro de 2020
PUBLICADO EM blog
30 de novembro de 2020 Marcelo Rama

Criar um canal no YouTube é uma excelente estratégia para clínicas médicas. Afinal, essa é uma plataforma que se destaca cada vez mais pelo compartilhamento de informações. Apostar nessa rede social pode ser uma excelente estratégia para aumentar a autoridade da clínica e conseguir novos pacientes.

Consultas a distância, como o teleatendimento, ficaram ainda mais populares por causa da pandemia de COVID-19. Assim, os meios digitais ganharam maior credibilidade como fonte de pesquisa sobre questões de saúde. Além disso, ter um canal no YouTube pode impulsionar os resultados do marketing para clínicas, fazendo com que sua marca se destaque no mercado.

Neste artigo, explicamos como funciona um canal no YouTube, as principais vantagens que essa estratégia oferece para sua clínica e apresentamos um passo a passo para montar sua página. Descubra como a maior rede social de vídeo pode transformar a maneira com que a sua clínica se relaciona com o público. Boa leitura!

O que é um canal no YouTube?

Atualmente, o YouTube conta com mais de 2 bilhões de acessos mensais, sendo o site de streaming de vídeo mais acessado em todo o mundo Assim, o YouTube é considerado uma rede social que permite gerar grandes resultados.

Como o vídeo tem se destacado como uma tendência na preferência de consumo de conteúdo dos usuários, a mídia voltada para esse formato só tem aumentado, confirmando sua receita para o sucesso.

O canal no YouTube se refere ao formato da página oficial de uma empresa dentro da plataforma. O nome faz alusão à televisão, meio de comunicação dividido em canais, nos quais as emissoras montam sua programação para apresentar ao público.

Com um canal, além de conseguir organizar melhor seu conteúdo, você também consegue desenvolver suas estratégias de unbound marketing.

Como funciona um canal no YouTube?

Se você investe na publicidade do Google para divulgar sua clínica, provavelmente já teve a oportunidade de anunciar no YouTube. Muito além dos youtubers famosos, que apostam na monetização dos seus canais, recebendo pela exibição de anúncios para os usuários que consomem seus conteúdos, existe o canal no YouTube como parte da estratégia de marketing de conteúdo de empresas.

Dessa maneira, a marca aposta em desenvolver conteúdos relevantes em vídeo para sua persona, sendo o canal no YouTube o espaço em que a empresa reúne essas pessoas. Assim, além de aumentar a visibilidade do negócio e agregar valor, também é possível direcionar o usuário para vários endereços, inclusive para ações de venda consultiva, realizando um agendamento online, por exemplo.

Qual é a importância de um canal no YouTube para clínicas médicas?

Os vídeos para redes sociais têm sido fundamentais nas estratégias de marketing digital, e uma clínica médica pode aproveitar essa tendência. Nesse sentido, é muito importante contar com um canal no YouTube. Para isso, basta imaginar o caminho que o paciente realiza ao longo da jornada de compra.

Imagine que uma clínica dermatológica decida investir em um canal no YouTube. Seu cliente ideal usa a rede social para encontrar soluções para várias situações no dia a dia, incluindo dicas sobre os cuidados com a pele (algo que é extremamente relevante).

Primeiro, a persona encontra o canal dessa clínica e percebe que existem muitos materiais interessantes e decide segui-la. Em seguida, o usuário começa a consumir o conteúdo, aproveitando os tutoriais e entendendo melhor como funciona cada procedimento para as mais variadas situações.

Ao longo da jornada, o paciente em potencial se informa sobre o que é mais indicado para cada situação e chega a uma conclusão: é hora de ir ao dermatologista. Ao chegar a esse ponto, a pessoa terá uma tendência muito maior em buscar essa clínica em vez de outra, desconhecida.

Por isso, o canal no YouTube tem se transformado em uma importante ferramenta para clínicas médicas. De um lado, a empresa pode oferecer conteúdos que são de utilidade pública, ajudando os usuários a terem maior consciência da especialidade oferecida. De outro, ela aproveita para educar seu cliente potencial, aumentando as chances de conseguir novos pacientes.

Benefícios de um canal no YouTube no marketing médico?

Quando você tem uma dúvida sobre algum assunto, o que normalmente você faz? Provavelmente, a resposta está relacionada a uma pesquisa na internet usando mecanismos de busca como o Google. Afinal, ele é o site mais acessado no Brasil e no mundo.

Seguindo a tendência no mercado, é bem possível que você escolha um vídeo para saber mais sobre o assunto. Sim, o YouTube é a segunda plataforma mais acessada no nosso país!

Além disso, vale a pena ter um canal no YouTube porque sua clínica poderá:

  • divulgar conteúdos relevantes para o público, aumentando a visibilidade do negócio;
  • mostrar o posicionamento da marca, transformando a empresa em uma referência para a audiência;
  • aumentar a credibilidade ao oferecer vídeos relevantes sobre assuntos que têm ligação ao serviço oferecido;
  • educar o cliente potencial, levando-o por uma jornada de conhecimento que chega ao ponto de identificar a necessidade de uma consulta médica para solucionar a situação;
  • otimizar a quantidade de consultas.

Como criar um canal no YouTube passo a passo?

Agora que você já conferiu as vantagens de montar um canal no YouTube, para incluir essa rede social no planejamento de marketing da clínica, é hora de criar esse espaço. Veja, a seguir, os passos para fazer isso.

Cadastre uma conta no YouTube

Talvez você já saiba, mas o YouTube é um dos vários produtos oferecidos pelo Google. Para criar seu canal na plataforma, é preciso ter uma conta no YouTube (ou em qualquer outro produto do Google).

Se você usa Gmail, então automaticamente já tem uma conta no Google e os dados de acesso são os mesmos para entrar no e-mail. Caso contrário, basta acessar a página do YouTube e fazer o seguinte:

  • clicar no botão no canto superior direito da tela fazer login;
  • selecionar a opção da parte inferior esquerda Criar conta e escolher Para gerenciar meu negócio;
  • preencher os dados solicitados, inserindo o endereço de e-mail já usado pela sua clínica (nessa etapa, o Google também oferece a possibilidade de criar um endereço de e-mail) e clicar em concluir.

Pronto! Agora você já tem os dados para acessar a sua página do YouTube.

Acesse sua conta e crie o canal

Um ponto importante para criar um canal no YouTube para sua clínica médica é o usuário que você escolhe, pois ele será um dos gerentes da marca. Para acessar a conta, basta fazer login pelo mesmo caminho indicado para fazer seu cadastro. Agora, é só entrar com o e-mail e senha informados anteriormente.

Para criar o canal, basta clicar na foto do seu avatar, que fica no canto superior direito da tela e escolher a opção Crie um canal. Caso você já tenha usado seu e-mail para configurar outro canal no YouTube, não tem problema. Após clicar na foto do seu avatar, escolha a opção configurações e na aba Conta escolher Criar um novo canal.

Escolha o nome do canal

Em seguida, você será direcionado para uma tela onde deve informar se deseja usar seu nome para o canal (o nome informado no momento que você se cadastrou na plataforma) ou se prefere colocar um nome personalizado. Como o canal do YouTube será usado para a clínica, o ideal é selecionar a segunda opção.

O melhor é usar o nome da clínica, lembrando que, mesmo que outra empresa já tenha o mesmo nome, você também pode registrar seu canal com ele (desde que não viole as políticas da plataforma).

Vale prestar atenção na sonoridade e evitar muitas acentuações especiais para facilitar que usuários encontrem seu canal facilmente, sem dificultar o acesso por causa de erros de digitação.

Adicione a equipe de administradores

Como seu canal é comercial, pode ser que você queira adicionar outras pessoas responsáveis pelo marketing médico da clínica. Para isso, basta acessar a opção configurações após clicar na foto do avatar que fica no canto superior direito da tela. Em seguida, selecione conta > adicionar ou remover administradores.

Escolha a opção Gerenciar permissões. Nessa etapa, sua senha será solicitada novamente para comprovar que você é o dono da conta que está executando a ação. Depois de confirmar as informações, você terá a opção Convidar novos usuários.

Então, basta digitar o e-mail das pessoas que ajudarão a cuidar do canal e selecionar o nível de engajamento deles entre as opções proprietário, administrador ou gerente de comunicação.

Suba seus vídeos

Para publicar seu primeiro vídeo no YouTube, é preciso ter a conta verificada. Em seguida, basta produzir o vídeo e depois acessar a página do YouTube e clicar no ícone em formato de uma câmera no canto superior direito da tela. Em seguida, é só selecionar a opção enviar vídeo e escolher o arquivo que você deseja postar.

Lembre-se de preencher as informações sobre o vídeo colocando título, indicando se é um conteúdo feito para crianças ou não e identificando o nível de privacidade. No caso do canal para a clínica, o ideal é deixar os vídeos públicos para ampliar o alcance da marca.

Como fazer seu canal no YouTube crescer?

Canal pronto, é hora de impulsionar os resultados de marketing da clínica. A seguir, veja nossas principais dicas para ajudar seu canal a ter o melhor desempenho possível.

Personalização do canal

O YouTube permite que seja colocada uma foto do canal. Caso você tenha um logotipo, o ideal é usá-lo aqui para aumentar a visibilidade. Além disso, também é possível inserir uma imagem de banner e descrição sobre a página.

Aproveite esse espaço para contar sobre sua clínica. Aposte em uma imagem que tenha relação ao nicho que a sua empresa atende e expresse valores da clínica, como qualidade e seriedade.

Além disso, também é possível personalizar a URL do seu canal. Assim, em vez de divulgar um endereço cheio de números, letras desconexas e caracteres especiais, você poderá colocar o nome da clínica após o endereço do YouTube. Ficaria algo assim: www.youtube.com/nomedaclinica

Para ter uma URL personalizada, sua conta deve ter sido cadastrada no YouTube há pelo menos 30 dias, o canal deve ter, no mínimo, 10 seguidores e foto de perfil e estar em situação regular.

Se você atender a todos os requisitos, basta acessar Configurações avançadas da conta > Avançado. Escolher a opção Configurações do canal > Você está qualificado para uma URL personalizada.

Diferentemente do nome do canal, não é possível colocar o nome de uma URL personalizada que já exista no YouTube. Caso isso aconteça, o site vai pedir que você altere as informações.

Escolha um nome que faça referência à sua clínica e seja fácil de digitar e só clique em confirmar escolha se tiver certeza. Uma vez confirmada, não é possível desfazer a ação.

Foco na persona

Outro ponto relevante para impulsionar os resultados do seu canal é pensar em quem é o público-alvo da sua clínica. Assim como em outras redes sociais, no YouTube, é possível trabalhar com a segmentação de público, então, dedique um tempo para entender com quem você está falando.

Quanto mais seus vídeos e a identidade visual do canal falarem para a pessoa certa, melhores serão os resultados. Esse pensamento pode parecer contraintuitivo, pois imaginamos que quanto mais abrangente a fala, mais pessoas serão impactadas.

Entretanto, atualmente, as pessoas buscam experiências cada vez mais personalizadas nas redes sociais e, muitas vezes, esperam um material direcionado para elas.

Desenvolvimento de cronograma de conteúdo

Para inserir vídeos na sua estratégia de marketing, é importante entender o contexto geral. No canal do YouTube, você vai se comunicar com seu público usando os vídeos, então vale a pena criar um fio condutor entre eles. Vale a pena ter um documento para registrar ideias sobre vídeos e, desse banco de insights, escolher com quais trabalhar.

Também é importante desenvolver uma planilha com os tipos de vídeos, temas e responsáveis por desenvolvê-los. Pode parecer algo simples ter um novo vídeo a cada dia quando acompanhamos canais de youtubers de sucesso, mas, com a rotina empresarial, nem sempre isso é possível, ainda mais mantendo a coerência e a qualidade das produções.

Divulgação por outros canais

Alguma vez você já viu uma live realizada por dois canais do YouTube ao mesmo tempo? Também conhecidas como colab, essa é uma estratégia que tem o objetivo de divulgar um canal para o público do outro, fazendo uma espécie de permuta. Se você encontrar empresas com públicos semelhantes ao da sua clínica, essa pode ser uma boa estratégia para crescer o canal.

Além disso, também é possível oferecer conteúdos em vídeo para canais relevantes para a clínica. Para isso, crie uma lista com esses possíveis canais e pense em quais assuntos seriam interessantes para o público de ambos.

Por exemplo, uma academia pode se interessar em ter dicas de uma clínica de fisioterapia ou de especialistas em nutrição. Assim, você pode criar vídeos para outros canais que chamem essa audiência para conhecer o canal da sua clínica.

Geração de autoridade

A saúde é um dos nichos de mercado em que autoridade exerce um papel fundamental para o público. As pessoas precisam ter confiança para ir em determinado médico.

Por isso, ao produzir seus conteúdos em vídeo, é importante mostrar a fonte das informações, além de confirmar as credenciais dos profissionais que participarem do canal.

Realização de lives

As transmissões ao vivo são uma grande tendência do YouTube. Também conhecidas como lives, esse tipo de vídeo costuma alcançar um número maior de pessoas, além de conseguir um engajamento melhor se comparado aos vídeos publicados no canal.

Programe-se com antecedência e escolha um tema que desperte a curiosidade da sua audiência. Crie um material para divulgar a live e aposte em formatos com dicas e tutoriais ou conteúdos com tira-dúvidas.

Campanhas pagas

Assim como nas outras redes sociais, é possível apostar nos anúncios para alcançar os objetivos de marketing do seu canal.

O mais interessante é que você pode desenvolver campanhas em outros canais para levar esse tráfego para a página do YouTube — por exemplo, apostar em anúncios no Instagram convidando o usuário para conhecer algum assunto relevante no seu canal.

Análise da concorrência

Uma fonte de inspiração importante é ver o que está acontecendo no mercado. Siga canais de sucesso (não precisa ser apenas do nicho da sua clínica). Se pergunte o que eles têm desenvolvido para garantir o sucesso que fazem. Dessa forma, você consegue se inspirar e encontrar ideias para oferecer algo que chame a atenção da sua audiência.

Monitoramento de métricas relevantes

As métricas de marketing digital são fundamentais para entender se as estratégias estão funcionando e o que precisa ser melhorado. No caso do YouTube, existem vários aspectos que você pode acompanhar.

Por exemplo, se vídeos de um determinado assunto são mais visualizados, isso significa que são mais relevantes também. Além disso, o tempo de permanência no vídeo é outro indicador que deve ser acompanhado.

Quais são os principais erros cometidos por canais de clínicas médicas?

Assim como existem as práticas que devem ser implementadas para melhorar os resultados do canal da sua clínica, também é importante checar se você não está cometendo algum dos erros listados a seguir!

Fazer vídeos com áudio ruim

Na internet, as pessoas se distraem facilmente. São muitos estímulos chamando o usuário para clicar, ver e até mesmo assistir.

Quando a qualidade da imagem do vídeo é ruim, as chances de o usuário abandonar a página são grandes, mas a qualidade do áudio é ainda mais impactante. Além de fatores como eco ou ruídos, cuide para que a entonação não seja monótona, cansando o espectador.

Esquecer da composição do cenário

Uma clínica médica trata de assuntos sérios. Ao fazer o vídeo, observe tudo o que aparece na cenário. Afinal, a audiência não vai focar apenas em quem está falando: eles vão ver o que aparece no fundo.

O ideal é que o ambiente esteja bem cuidado, limpo e, de preferência, em sintonia com o ambiente de uma clínica médica ou o assunto tratado no vídeo.

Usar títulos e descrições inadequados

O YouTube também tem estratégias de SEO, e o título e a descrição do vídeo são dois dos principais fatores para ajudar os usuários a encontrar conteúdos de acordo com o que estão procurando.

Entretanto, nem todos os canais trabalham com títulos e descrições apropriados. Além de ser explicativo, é importante que o título seja curto e chamativo.

Não colocar ou abusar dos CTAs no vídeo

Dois erros comuns para quem aposta no YouTube como estratégia de marketing é se esquecer de colocar uma chamada para ação (CTA) ou fazer muitas chamadas em um único vídeo, gerando dúvida no usuário sobre o que o apresentador realmente deseja que ele faça.

Por isso, é importante montar um planejamento adequado e desenvolver os CTAs para alcançar o objetivo estabelecido.

Usar formatos inadequados

O YouTube reproduz os vídeos em uma proporção de tela específica. Essas dimensões podem mudar de acordo com as tendências de consumo dos vídeos e formatos dos dispositivos que chegam no mercado. Ainda assim, é importante observar as especificidades atuais.

Atenção: assim como é avisado no suporte da rede social, caso seu vídeo não tenha a proporção ideal, não devem ser colocadas barras laterais, pois isso pode dificultar o ajuste certo, atrapalhando uma boa experiência para o espectador.

Achar que não precisa de frequência

Ter um canal no YouTube não é como ter uma emissora de TV que precisa apresentar conteúdo 24 horas por dia, 7 dias por semana. Entretanto, para que seu público acompanhe seus vídeos e você aumente seu alcance, é necessário estabelecer uma frequência para apresentar novidades.

Caso você decida lançar um vídeo novo por semana, por exemplo, estabeleça o dia e divulgue-o para sua audiência.

Por que contar com uma agência especializada?

A produção de vídeos não é tão simples quanto parece. Para o canal no YouTube, além da produção, ainda é preciso desenvolver competências como planejamento, edição dos vídeos, divulgação e outras estratégias para gerar visibilidade.

Todo esse trabalho gasta tempo e requer conhecimento. Com uma agência de marketing digital, você garante trabalhos de qualidade e baseados em resultados.

Como você viu, para criar um canal no YouTube, é preciso ter atenção e fazer o planejamento adequado, garantindo que a clínica terá resultados de alto impacto com os vídeos desenvolvidos. Para isso, é fundamental descobrir para quem você está falando e encontrar formas de conquistar sua audiência.

Se você gostou deste artigo e quer receber o melhor conteúdo para trabalhar o marketing da sua agência, então assine a nossa newsletter e garanta dicas sobre as melhores estratégias de comunicação!